Negócios

15/01/2019

“Bleisure”: viagens que unem trabalho e lazer a funcionários contribuem para os negócios

Prática tem atraído jovens talentos; segmento está em expansão

“Bleisure”: viagens que unem trabalho e lazer a funcionários contribuem para os negócios

Segmento teve crescimento de 20% no último ano
(Arte: TUTU)

A prática de “esticar” a estada em uma viagem de trabalho sempre existiu. O que se vê atualmente é uma movimentação no sentido de institucionalizar o bleisure, termo usado para identificar viagens que misturam negócios com lazer (em inglês, business + leisure).

De acordo com a agência SAP Concur, que administra viagens corporativas, o bleisure cresceu 20% no último ano. Além das demandas corporativas, os deslocamentos podem ser motivados por competições esportivas, missões diplomáticas ou militares e busca por serviços de saúde, entre outros – atraindo, assim, jovens talentos.

Veja também:
Revista “Comércio & Serviços” destaca importância do turismo para economia do País
Influenciadores digitais são o mais novo fenômeno de marketing
“Carsharing” gera renda no compartilhamento de veículos

A consultora Channa Sanches Vasco, que trabalha com mentoria de carreiras e treinamentos, tem certeza de que as viagens, quando somam trabalho e lazer, são mais proveitosas para o profissional e a empresa.

“Se o funcionário precisa ir a um evento corporativo, faz todo o sentido se engajar em experiências agradáveis. Ele vai retornar ao trabalho mais feliz e fiel à organização, que teve a sabedoria de lhe proporcionar aquela vivência”, comenta.

info__cs60-bleisure1

A matéria completa está disponível a partir da página 47 da revista C&S n.º 60. Confira aqui.