Negócios

23/01/2018

Com calendário de eventos o ano inteiro, Caraguatatuba tem como desafio reduzir efeitos da sazonalidade

Cidade turística no litoral norte de São Paulo tem belas praias e espetáculos diversos para visitantes e moradores

Com calendário de eventos o ano inteiro, Caraguatatuba tem como desafio reduzir efeitos da sazonalidade

Além das belas praias, os visitantes podem aproveitar o calendário de eventos oferecidos na cidade
(Arte/TUTU)

Com informações de Lúcia Helena de Camargo

O município de Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo, tem no sol o grande indicador para os negócios da região. A cidade turística vê em feriados prolongados sua população de 116 mil habitantes (estimativa do IBGE para 2017) passar para meio milhão de pessoas.

Durante a alta temporada, que vai de dezembro a fevereiro, a ocupação nos hotéis chega a 95%, de acordo com a Associação de Hotéis e Pousadas de Caraguatatuba. No resto do ano, a média fica em torno dos 45%. A cidade é tema de reportagem da edição de janeiro e fevereiro da revista Comércio & Serviços, editada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Veja também:
Com pesquisas, revista “C&S” investiga o que podemos esperar de 2018
Lojas Doural: negócio centenário é tema de reportagem da revista “C&S”
Santos e Itu são destaques na revista “C&S”

Os gargalos provocados pelo excesso de gente, como falta de água nas torneiras e escassez de alimentos nos supermercados, foram superados após a prefeitura realizar investimentos em infraestrutura. “Nosso desafio agora é reduzir os efeitos da sazonalidade”, afirma o secretário de Turismo de Caraguatatuba, Cristian Bota.

Além das belas praias, das quais se destacam Cocanha, Martim de Sá, Tabatinga, Mococa, Massaguaçu, Capricórnio, Praia Brava e Prainha, os visitantes podem aproveitar o calendário de eventos oferecidos na cidade.

A programação, que contempla o ano inteiro, conta com shows musicais, desfiles de blocos, bailes e apresentação de bandas, festas religiosas e festivais de cinema, teatro e música e atividades relacionadas à consciência negra, além da Virada Cultural e dos festivais gastronômicos.

A edição de janeiro e fevereiro da C&S pode ser acessada aqui.