Editorial

17/05/2018

Diretor da comédia “Muito louca” fala sobre a busca pela felicidade e a importância de sair da zona de conforto

Hudson Glauber dirige comédia em cartaz no Teatro Raul Cortez; peça estrelada por Suely Franco e Fafy Siqueira aborda as trajetórias de vida de duas grandes amigas

Diretor da comédia “Muito louca” fala sobre a busca pela felicidade e a importância de sair da zona de conforto

Diretor se diz presenteado por trabalhar com duas estrelas do teatro, que atuam juntas no palco pela primeira vez
(Arte: TUTU sobre foto de Christian Parente)

“As pessoas se acomodam em certo ponto da vida, mas ela continua, e temos de estar ativos. Essa história mostra que tem que se fazer o que gosta, independentemente do que os outros vão achar. O que importa é a felicidade pessoal.” A opinião é do diretor Hudson Glauber sobre a comédia Muito louca, em cartaz no Teatro Raul Cortez, na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). 

Veja também
“Muito louca”: Suely Franco e Fafy Siqueira dividem palco em comédia no Teatro Raul Cortez
Com 60 anos de carreira, Suely Franco contracena no palco pela primeira vez com Fafy Siqueira em “Muito louca”
“Muito louca”: Comédia envolve público com risadas e reflexão 

A peça, escrita por Gabriel Chalita, aborda as trajetórias de vida de duas amigas, interpretadas por Suely Franco e Fafy Siqueira. “Elas ficam sozinhas nesse processo de vida e têm uma relação de amor e ódio, mas, na verdade, se amam muito e compartilham uma com a outra os momentos emocionantes sobre aqueles que se foram e seus amores”, comenta Glauber. 

Apesar de arrancar muitas risadas do público com os diálogos divertidos, as personagens Janete (Fafy Siqueira) e Tete (Suely Franco) também levam à reflexão ao falar sobre os seus terapeutas, seus medos e suas carências. 

Hudson Glauber se diz presenteado por dirigir o espetáculo com as duas grandes atrizes, que estão juntas pela primeira vez nos palcos. “Eu cresci vendo essas mulheres na televisão, e é um aprendizado muito grande trabalhar com elas, que são maduras e têm muita energia. Tudo o que peço elas fazem melhor”, elogia. 

A apresentação tem duração de 70 minutos e fica em cartaz até o dia 8 de julho, às sextas e sábados, às 21h, e aos domingos, às 19h. A classificação da peça é de 12 anos.

Informações da peça Muito Louca
Data: de 20 de abril a 8 de julho.
Sextas e sábados, às 21h; domingos, às 19h.
Ingressos: sextas e domingos, R$ 60; sábados, R$ 80.
Teatro Raul Cortez – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo (SP).
Classificação indicativa: 12 anos.