Legislação

02/04/2018

Mudanças no mercado de trabalho com avanço da tecnologia são tema de evento na FecomercioSP; participe

Encontro conduzido pelo presidente do Conselho de Emprego e Relações do Trabalho, José Pastore, terá a presença do diretor do Departamento de Tecnologia e Emprego do Fórum Econômico Mundial, em Davos, Thomas Philbeck, entre outros nomes

Mudanças no mercado de trabalho com avanço da tecnologia são tema de evento na FecomercioSP; participe

Mercado de trabalho do futuro vai exigir um novo perfil de profissional
(Arte: TUTU)

As novas tecnologias irão impactar o mundo do trabalho. Isso será percebido em todo o planeta e em diferentes setores, como o de serviços, varejo, construção civil e até no ambiente doméstico. 

Para entender melhor como a automação vai impactar o mundo do trabalho, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por meio de seu Conselho de Emprego e Relações do Trabalho, promove um evento sobre o tema no dia 27 de abril, às 8h.

Veja também:
Tecnologia, demografia e trabalho, por José Pastore
Como será o trabalho do futuro
Tecnologia e empregos: uma luz no fundo do túnel

Intitulado "Como será o trabalho do futuro à luz de novas tecnologias?", o evento será coordenado pelo presidente do Conselho de Emprego e Relações do Trabalho da FecomercioSP, José Pastore, e contará com a participação do diretor do Departamento de Tecnologia e Emprego do Fórum Econômico Mundial, em Davos, Thomas Philbeck, entre outros grandes nomes e representantes dos setores da indústria, do comércio, da agricultura e do sistema financeiro.

Pastore, que se debruça sobre o tema há anos, afirma que esta não é a primeira vez que o mundo passa por uma revolução no mundo do trabalho com a entrada de uma tecnologia que poupa mão de obra.

“As chegadas da máquina a vapor, do motor elétrico, do computador, da internet, dos caixas eletrônicos e de vários outros avanços vieram da mesma forma e, no entanto, o emprego continuou vigoroso”, lembra. Os Estados Unidos, hoje em dia, são campeões de novas tecnologias e baixo desemprego.

As novas tecnologias destroem empregos ao mesmo tempo que criam oportunidades de trabalho e exigem a transformação das profissões atuais. Isso porque, ao lado dos trabalhadores que serão substituídos, outros terão de aprender a lidar com robôs como “colegas de trabalho” e outros avanços tecnológicos. “As implicações vão longe e a maioria é inimaginável”, destaca Pastore.

Apesar das preocupações apontadas, as novas tecnologias garantem mais conforto aos seres humanos, mais saúde, longevidade e competitividade e eficiência para a economia. “Nesse novo mundo, a produtividade do trabalho aumentará exponencialmente; a capacidade de investir crescerá ainda mais; novos investimentos abrirão novas oportunidades de trabalho. Mas que trabalho? É difícil de antecipar os detalhes, mas uma coisa é certa: educação, versatilidade e criatividade serão essenciais", conclui Pastore.

No seminário, a palestra de Thomas Philbeck será seguida por dois painéis. No primeiro, representantes de Embraer, IBM, Bradesco e Embrapa informarão o que as empresas brasileiras estão fazendo para ajustar os seus colaboradores às inovações tecnológicas. No segundo, representantes do Senai e do Senac indicarão o que as escolas brasileiras estão fazendo nesse campo.

Participe do evento e acompanhe todas as discussões sobre o tema. As inscrições são gratuitas.