Legislação

06/12/2018

"Nos Conformes” inaugura nova relação de confiança entre Fisco e contribuinte e arrecada R$ 561 milhões em tributos no 1º semestre de vigência

Segundo relatório da Sefaz-SP, apresentado durante reunião do Codecon-SP, outros R$ 866 milhões entrarão nos cofres do órgão nos próximos dias; valores já superam a meta anual de R$ 1 bilhão estipulada pela Fazenda

"Nos Conformes” inaugura nova relação de confiança entre Fisco e contribuinte e arrecada R$ 561 milhões em tributos no 1º semestre de vigência

"Nos Conformes" propõe uma nova forma de confiança entre o Fisco paulista e os contribuintes
(Arte/Tutu) 

Por Filipe Lopes

Em seis meses de vigência, 8.446 empresas se cadastraram no Programa de Estímulo à Conformidade Tributária, conhecido como “Nos Conformes”, que arrecadou R$ 561 milhões em impostos no período. Entre maio e novembro, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) identificou e enviou 2.971 avisos de irregularidades para empresas se autorregularem. A ação de informar antes do envio de um fiscal ao estabelecimento – o que provavelmente resultaria em multas – inaugurou uma nova relação de confiança entre o Fisco e o contribuinte. “Somente por meio da autorregulação, a Sefaz-SP arrecadou R$ 10 milhões em tributos desde maio”, apontou o coordenador da Administração Tributária (CAT) da Sefaz-SP, Gustavo de Magalhães Gaudie Ley.

Os números foram apresentados durante reunião do Conselho Estadual de Defesa do Contribuinte de São Paulo (Codecon-SP), no dia 28 de novembro, na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com moderação do presidente do Codecon-SP e do Conselho de Assuntos Tributários (CAT), Márcio Olívio Fernandes da Costa.

Veja também
FecomercioSP pede atenção do governador de São Paulo ao programa "Nos Conformes"
Palestrantes apontam lacunas no programa “Nos Conformes” em congresso na FecomercioSP
Entenda como funciona o programa “Nos Conformes”

Ainda estão previstos mais R$ 866 milhões que entrarão em caixa nos próximos dias oriundos de pagamentos parcelados, declarações na Guia de Informação e Apuração do ICMS (GIA) e utilização de saldo credor. Com a soma dos valores arrecadados (em caixa) e do montante previsto, o programa já supera, em seis meses, a meta anual estabelecida pela Sefaz-SP (R$ 1 bilhão).

Ao todo, 3.464 servidores da Sefaz-SP atuaram no programa nesses meses, o que representa 80% dos servidores do órgão.

De acordo com a Sefaz-SP, entre maio e novembro, 2,9 mil contribuintes foram contatados e orientados quanto ao credenciamento no Domicílio Eletrônico do Contribuinte (DEC); 8.813 atendimentos e orientações tributárias foram agendados e realizados em postos fiscais; 2.193 contribuintes com Autos de Infração e Imposição de Multas (AIIMs) foram analisados e cobrados; mais de 12 mil contatos realizados para devedores de IPVA; e 13 mil devedores verificados para atualização cadastral.

Codecon-SP protagonista

O Artigo 3º da Lei Complementar n.º 1.320, que criou o “Nos Conformes”, prevê que a Sefaz-SP mantenha o Codecon-SP informado sobre as providências adotadas no âmbito do programa por meio de relatórios semestrais. Além disso, o conselho poderá sugerir aprimoramentos com base nas informações relatadas, a fim de contribuir para o aperfeiçoamento do programa, que tem como objetivo melhorar a relação entre o Fisco e os contribuintes.

Mutirões

A Sefaz-SP também realiza mutirões para dar mais celeridade aos pedidos realizados pelos contribuintes. Veja a seguir os principais resultados dos seis primeiros meses do “Nos Conformes”.

• 4.141 pedidos de crédito acumulado analisados
• 7.890 arquivos de crédito de produtor rural analisados
• -26% tempo médio de processamento de alteração cadastral
• +100 mil pedidos de isenção de ICMS para veículos analisados
• +79 mil pedidos de isenção de IPVA para veículos analisados
• 3.836 restituições processadas
• 1.832 pedidos de ITCMD analisados
Fonte: Sefaz-SP