Negócios

17/01/2019

Realidade aumentada permite otimização nas vendas para lojistas

Tecnologia que permite uma combinação entre os mundos virtual e real ajuda empresas a fidelizar clientes

Realidade aumentada permite otimização nas vendas para lojistas

Há 50 anos no mercado, Expor Manequins criou aplicativo para projetar manequins em qualquer lugar
(Arte: TUTU)

A realidade aumentada tem revolucionado a forma das pessoas interagirem com as outras de várias formas nos últimos anos, por meio dos jogos, do entretenimento e, agora, também por meio do comércio varejista.

A tecnologia, que permite que o mundo virtual se misture ao real, veio para ficar e se tornou uma ferramenta assertiva para fidelizar clientes e otimizar recursos financeiros e humanos das empresas.

Prova disso é a Expor Manequins, que lançou no mercado um aplicativo de realidade aumentada para varejistas, chamado VM4U (Visual Merchandising para Você), capaz de projetar manequins em qualquer ambiente real mediante dispositivos móveis, seja no sistema iOS ou Android.

Veja também:
Influenciadores digitais são o mais novo fenômeno de marketing
Inteligência artificial auxilia varejo multicanal
Supermercados começam a investir em caixas de autoatendimento no Brasil

“O lojista consegue projetar os manequins virtualmente, com posturas e modelos diferentes, para conferir os diferentes resultados em qualquer lugar, a fim de transformar a loja em um cenário atrativo”, comenta o CEO da empresa, Marcos Andrade.

Para a assessoria econômica da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), embora seja algo distante de alguns varejistas, a implantação de um sistema de realidade aumentada facilita o dia a dia do empresário no que diz respeito à redução de custos e à definição da melhor estratégia de marketing. Além disso, é uma forma de ter um feedback de como os clientes utilizam o produto, com o objetivo de colaborar para que as empresas possam descobrir novas oportunidades de diferenciá-lo.

Há 50 anos no mercado, a comunicação da Expor Manequins é considerada 90% visual e, com isso, o índice de vendas é muito maior no showroom do que por meio de catálogos ou por telefone, já que as pessoas tinham dificuldade em decidir as mercadorias sem analisar pessoalmente o produto. Com o uso do aplicativo, é possível visualizar o resultado. “À medida que aprendemos a usar a tecnologia, ela se torna um fator bem comum no dia a dia”, opina Andrade.

Realidade aumentada para os consumidores

Além de proporcionar uma experiência para os lojistas, também tem surgido a realidade aumentada no varejo para os consumidores, que buscam soluções inovadoras para as suas compras.

Com o uso de um aplicativo da loja e a câmera do smartphone, os clientes já podem provar uma peça de roupa ou até mesmo visualizar um móvel do catálogo da loja na disposição dos ambientes da residência, por exemplo. De acordo com a FecomercioSP, as empresas que dispõem de ferramentas que facilitam a vida dos consumidores saem na frente, tornando-se mais competitivas.

A tendência é de que cada vez mais os clientes possam interagir com os produtos e a vitrine sem estarem fisicamente na loja. Por isso, a Entidade recomenda que o varejista acompanhe o seu mercado, identificando as necessidades dos seus consumidores e entendendo qual é a melhor forma de interação por meio da tecnologia.