Pesquisa de Emprego no Setor de Turismo de São Paulo

PESP TURISMO

Setor de turismo paulista encerra 2018 com alta de 1% na geração de empregos formais

O mercado de trabalho existente da demanda dos turistas, lazer ou corporativo, seguiu trajetória de alta no Estado de São Paulo pelo terceiro mês consecutivo, em dezembro. Ao todo, foram 366 vagas celetistas. No acumulado de 2018, o saldo também foi positivo: 2.776 empregos com carteira assinada foram gerados.

Segundo a Entidade, no mês, o bom desempenho foi puxado pelos grupos de hospedagem, com 452 vínculos, e alimentação, com 333 empregos. Durante o ano de 2018, as vagas abertas também foram alavancadas por alimentação, com 861 vínculos, e transportes, com 816 empregos formais.

Confira aqui a análise completa.

Sobre

A pesquisa analisa o nível de emprego do setor de turismo do Estado de São Paulo, em 85 ramos de atividade, por meio de dados primários do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged) e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais). A FecomercioSP passou a acompanhar tais informações a partir de outubro de 2017.

Como é obtido

Os dados de emprego são provenientes do Caged por meio das informações declaradas pelas empresas cujas atividades estão relacionadas ao setor de turismo paulista.

As informações estão divididas em sete atividades. São elas: transportes; hospedagem; alimentação; agências e operadores; cultura e lazer; eventos e comércio direcionado.

Utilidades

É um panorama inédito sobre o mercado de trabalho do setor nível de emprego node turismo do Estado de São Paulo, elaborado para projetar o tamanho do mercado de trabalho do setor dentro da economia paulista. O objetivo é mensurar os empregos existentes unicamente em razão da demanda de viajantes, de lazer ou trabalho, nas atividades predominantemente turísticas e nas não predominantemente turísticas.

Análise de Índice

De:

Até:

Selecione ao menos uma das Segmentações para visualização

Conteúdos relacionados