Teatro Raul Cortez

Terrenal - pequeno mistério ácrata

Últimos Espetáculos

Terrenal - pequeno mistério ácrata

Reinterpretação tragicômica do conflito bíblico entre os irmãos Caim e Abel, a montagem transporta o mito para um paraíso às avessas. Em um loteamento, Caim (Dagoberto Feliz) produz pimentões e vive apegado à terra e ao acúmulo de bens, enquanto Abel (Sergio Siviero) trabalha apenas aos domingos, o “dia santo”, vendendo iscas aos pescadores da região. Sem se entenderem, os irmãos não conseguem decidir sobre o que fazer com o terreno, até que Tata (Celso Frateschi), o pai que os abandonou ainda crianças, reaparece justamente na data que marca 20 anos de seu desaparecimento.

Com recursos circenses e trilha sonora ao vivo, executada por Demian Pinto, o episódio do livro do Gênesis narra o fratricídio considerado o primeiro assassinato do mundo. A peça, no entanto, não se limita somente à busca pela preferência paternal, levantando também questões contemporâneas sobre justiça, divisão de riquezas e aceitação de visões de mundo distintas.

De autoria de Mauricio Kartun, considerado um dos mais importantes dramaturgos da Argentina e referência no teatro latino-americano, Terrenal sobe ao palco do Teatro Raul Cortez sob a direção de Marco Antonio Rodrigues. Desde a sua estreia em terras portenhas, em 2014, a peça já ganhou inúmeros prêmios, como os argentinos Prêmio de Crítica da Feira do Livro e Prêmio da Associação de Cronistas de Espetáculos, e levou mais de 65 mil pessoas ao teatro.

Ficha Técnica

Texto: Mauricio Kartun

Tradução: Cecília Boal

Direção: Marco Antonio Rodrigues

Elenco: Celso Frateschi, Dagoberto Feliz, Sérgio Siviero e Demian Pinto

Direção musical: Demian Pinto

Assistente de direção: Tiago Cruz

Preparação musical: Marcelo Zurawski

Preparação Corporal: Esio Magalhães

Assessoria de mágicas: Rudifran Pompeu

Cenário e Figurinos: Sylvia Moreira

Contrarregra: Guilherme Magalhães

Visagismo: Kleber Montanheiro

Design de luz: Túlio Pezzoni

Operador de luz: João Piagge

Design de som: Gabriel Hernandes

Operadora de som: Monique Carvalho

Fotografias: Leekyung Kim

Assessoria de imprensa: Márcia Marques

Redes Sociais: DCARTE

Designer Gráfico: Zeca Rodrigues

Cenotécnicos: Zé Valdir e Marcelo Andrade

Gestão de Projetos: DCARTE e Corpo Rastreado

Administração: Corpo Rastreado e DCARTE

Direção de produção e executiva: Danielle Cabral e Gabi Gonçalves

Idealização: Instituto Boal

Recomendação: 16 anos

Duração: 90 minutos