Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Conselho de Sustentabilidade

01/06/2020

Logística reversa: entenda os procedimentos de coleta de resíduos de grandes geradores

A pedido do Conselho de Sustentabilidade, Cetesb esclarece pontos de decisões recentes que ainda geravam dúvidas nos empresários

Ajustar texto: A+A-

Logística reversa: entenda os procedimentos de coleta de resíduos de grandes geradores

Até mesmo grandes geradores devem reforçar o uso de EPIs por todas as pessoas que recolham, coletem ou manuseiem os resíduos
(Arte: TUTU)

O Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP pediu orientações à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) em relação aos procedimentos de coleta de resíduos de fundo de loja dos grandes geradores neste período de pandemia.

A FecomercioSP ressalta que, recentemente, as entidades gestoras de logística reversa foram alertadas para o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como luvas, calçados, vestimentas, máscaras e proteção ocular adequados para a coleta ou o manuseio de resíduos, além de receberem orientações para a higienização dos locais de trabalho e desses equipamentos. Como não está claro se isso também vale para os grandes geradores, o conselho pediu mais informações a respeito dos procedimentos da coleta desses resíduos.

Quanto ao gerenciamento dos resíduos de fundo de loja dos grandes geradores, a Cetesb entende que se aplicam as mesmas orientações fornecidas às entidades gestoras dos sistemas de logística reversa (baseadas no comunicado CVS-Sama n.° 7, de 25 de março de 2020).

Veja também:
Com novo decreto, regra prevista pelo acordo setorial passa a ser aplicada por todos os responsáveis pelo ciclo de vida de produtos eletroeletrônicos
Tarifa branca pode fazer comércio economizar até 22% na conta de energia elétrica
FecomercioSP pede suspensão do cumprimento de metas a todos os sistemas de logística reversa enquanto durar pandemia

Sendo assim, deve ser reforçado o uso de EPIs por todas as pessoas que recolham, coletem ou manuseiem os resíduos, sendo indicado usar luvas longas e resistentes, calçado fechado, calça comprida e camisa fechada de manga comprida, bem como máscara do tipo PFF2 e proteção ocular (óculos ou protetor facial) sempre que houver contato com os resíduos.

A companhia enfatiza a necessidade de essas pessoas terem acesso a instalações para lavar as mãos frequentemente. Nas ocasiões em que isso não for possível, que possam ter álcool em gel ao seu alcance. Além disso, os EPIs devem ser higienizados, e as roupas de trabalho, lavadas diariamente – assim como as áreas de vivência dos locais de trabalho. A Cetesb reforça ainda que a empresa deve se atentar às orientações sobre a prevenção da doença, como parte das ações de saúde e higiene do trabalho.