.

Tem certeza que deseja excluir o projeto
?

Essa ação não poderá ser desfeita.

O CEP não foi encontrado.

O CPF já está cadastrado no sistema.

ou .

O e-mail já está cadastrado no sistema.

ou .

O e-mail já está cadastrado no sistema.

O CPF já está inscrito em três projetos diferentes e não pode ser cadastrado novamente.

Senha incorreta.

Dados atualizados com sucesso.

Notícias

Notícias

03/05/2018

Projeto mineiro de educação ambiental é ganhador da categoria Órgão Público do 6º Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade

Alunos da rede municipal de ensino e moradores das áreas rurais do município de Itabirito são conscientizados sobre como preservar o ambiente onde vivem

Projeto mineiro de educação ambiental é ganhador da categoria Órgão Público do 6º Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade

Ação minimiza os impactos negativos causados na bacia do Rio Itabirito por atividades como mineração e expansão do mercado imobiliário
(Arte: TUTU)

A Prefeitura de Itabirito, em Minas Gerais, criou o Programa Águas Integradas (PAI), um projeto de educação ambiental que conscientiza alunos das escolas municipais e moradores de áreas rurais do município. A ação rendeu ao município o 6º Prêmio de Sustentabilidade na categoria Órgão Público.

O programa foi gerado em razão dos problemas que o Rio Itabirito enfrenta com os impactos da mineração, da expansão do mercado imobiliário e da implantação de infraestrutura viária. Além disso, a atividade agropecuária sem manejo sustentável e o crescente aporte de sedimentos vêm prejudicando o meio ambiente local.

Veja também:
Conheça os ganhadores do 6º Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade

“A meta inicial é atingir todos os 375 alunos da escola rural e, no longo prazo, estender para os 4.475 estudantes das demais unidades escolares”, afirma a assessora técnica da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Itabirito, Fádua Gisele Silva.

As atividades já provocam melhorias que são vistas na qualidade e quantidade de água no Rio Itabirito durante todo o ano. Não há enchentes desde 2013, e 90% do esgoto da cidade são tratados.

5_733x458Emerson Kapaz, diretor da GD Solar e Fundador da Abrinq e Fundação Abrinq, à esquerda, entrega prêmio ao secretário municipal de Meio Ambiente de Itabirito, Antônio Marcos Generoso
(Foto: Rubens Chiri)

Segundo Fádua, os resultados foram graças à fiscalização realizada pelos próprios estudantes, que passaram a observar os impactos positivos e negativos no meio ambiente. “Os alunos envolveram a comunidade escolar (pais, professores e funcionários), que passou a divulgar as ações”, conta.

O projeto ainda diagnosticou 20 hectares desmatados que serão usados para o plantio de mudas nativas, que será feito ao longo de 2018. Os programas de educação ambiental não contam com verbas específicas do município, e para superar o percalço financeiro, os gestores buscaram realizar as ações sem onerar os cofres públicos.

Nos planos do PAI para este ano estão a compra de novos equipamentos de ensino, como medidores da qualidade das águas do Rio Itabirito, composteiras orgânicas e material didático.