Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Legislação

17/09/2020

Abrir e alterar o registro da sua empresa ficou mais fácil; saiba por quê

E-book compila avanços proporcionados pela Instrução Normativa 81/2020, que simplifica diversos procedimentos realizados nas juntas comerciais

Ajustar texto: A+A-

Abrir e alterar o registro da sua empresa ficou mais fácil; saiba por quê

IN 81/2020 segue diretrizes da Lei da Liberdade Econômica
(Arte/Tutu) 

A atividade empresarial ganhou um incentivo importante recentemente. A Instrução Normativa (IN) 81/2020, do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI), simplificou diversas etapas relacionadas à abertura, ao encerramento e à alteração do registro de empresa.

Isso porque, além de revogar mais de 50 normas esparsas, a IN 81/2020 desburocratiza vários procedimentos realizados nas juntas comerciais, de modo que o empreendedor certamente perderá menos tempo com a parte burocrática do negócio.

Veja também
Resolução dispensa alvará para microempreendedor a partir de setembro
Abrir um pequeno negócio ficou mais fácil; veja se sua atividade está dispensada de alvarás e licenças
Saiba como fazer corretamente a dissolução da empresa para não ter problemas

Entre as novidades, estão a dispensa de autorização prévia para funcionamento de determinadas atividades econômicas; a flexibilização da formalização do nome da empresa; a desobrigação de reconhecimento de firma para validar procuração; a padronização dos procedimentos de transformação, incorporação, fusão e cisão; a facilitação para alterar o enquadramento da empresa; e a cessão de cotas sem a necessidade de modificação contratual.

A fim instruir os empreendedores sobre as principais vantagens proporcionadas pela instrução normativa, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) elaborou o e-book Modernização do processo de registro de empresas. Para conferi-lo, basta acessar o FecomercioSP Lab.