Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

08/11/2016

Aplicativo promete evitar fraudes em transações financeiras

GogoNogo funciona com trava que “desliga” operações de cartões de crédito e débito

Ajustar texto: A+A-

Aplicativo promete evitar fraudes em transações financeiras

Aplicativo desabilita o uso de cartão cadastrado, o que deve impedir uso até mesmo por hackers, segundo desenvolvedores

Por Eduardo Vasconcelos

Um novo aplicativo para smartphones promete suspender temporariamente os cartões de crédito, débito e pré-pagos usados em transações on-line e presenciais. O objetivo é evitar fraudes e dar mais segurança para consumidores e empresários.

Chamada GogoNogo, a ferramenta foi desenvolvida pela startup americana First Performance Global. Além do Brasil e dos Estados Unidos, o aplicativo, inicialmente, será disponibilizado na Austrália, no Japão e na Nigéria.

A suspensão temporária funciona por meio de uma chave que habilita e desabilita o uso do cartão. Quando a funcionalidade está desligada, não é possível realizar transações financeiras com o cartão cadastrado no aplicativo.

Dessa forma, os desenvolvedores esperam impedir que os dados de pagamento sejam usados, por exemplo, por um hacker, uma vez que o cartão estará desabilitado para qualquer tipo de transação.

“Tudo que vier de forma a trazer mais confiança e evitar fraudes é bem-vindo”, avalia o presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e CEO da E-bit, Pedro Guasti.

Segundo ele, para que medidas desse tipo funcionem, é necessária a sua adoção por parte dos bancos, das bandeiras de cartão de crédito e das empresas que prestam serviço de pagamento para o comércio eletrônico.

“A iniciativa cria uma percepção de segurança maior, mas, se não houver a participação dos vendedores e uma divulgação em massa, sua efetividade fica comprometida”, afirma Guasti. “Uma medida isolada tem baixa efetividade o pode se tornar um grão de área no deserto”.

Entre os parceiros da First Performance Global está a Mastercard. Atualmente, só o Bradesco oferece o serviço no Brasil.

“Esperamos ter 1 milhão de usuários até final de dezembro de 2016 e 20 milhões até 2018 com a entrada de outros clientes com quem estamos em negociação, não só no Brasil, mas também em outros países da América do Sul”, disse o CEO da First Performance Global Brasil, Reginaldo Zero.

O aplicativo está disponível nas lojas on-line Google Play, para dispositivos Android, e App Store, para aparelhos com sistema iOS.