Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

17/04/2014

Comprar ovos de Páscoa online é opção para fugir das filas em mercados

Apesar de logística para a entrega ser mais complexa, modelo de vendas pode ser vantajoso para empresas que já tenham expertise em transportar produtos delicados

Ajustar texto: A+A-

Comprar ovos de Páscoa online é opção para fugir das filas em mercados

Uma boa opção para quem deseja fugir das filas dos supermercados ao comprar os tradicionais ovos de chocolate para presentear na Páscoa é o comércio eletrônico. Apesar de a data ainda não ser tão relevante para o segmento – fica atrás em faturamento, por exemplo, do Natal, Dia dos Namorados e das Mães -, já começa a despertar o interesse dos consumidores.

A jornalista Karem Soares decidiu comprar os ovos de Páscoa pela internet este ano. O motivo, diz ela, foi a falta de tempo para passar horas na fila de um supermercado. “Comprei cinco ovos de chocolate e não tive problema nenhum. Vieram todos inteiros, dentro do prazo, e a empresa que realizou a entrega foi muito atenciosa, pedindo para conferir na hora se estavam todos inteiros. Eu compraria ovos de chocolate pela internet novamente sem o menor problema. Só de não ter que enfrentar filas quilométricas nas lojas, valeu a pena”, conta ela, que admite realizar compras pela internet com bastante frequência. “Todo mês estou comprando alguma coisa”, relata.

A também jornalista Thais Franco considerou positiva a experiência de comprar ovos de páscoa online este ano. Segundo ela, um dos motivos que a levou a comprar o item pela internet foi a possibilidade de enviar o ovo para uma pessoa em outro estado. “Pelo site já pude enviar direto pra lá”, conta. Thais considerou justo o prazo de entrega de três dias dado – e cumprido – pela empresa. Porém, um dos ovos veio quebrado. “Mas eu sabia desse risco quando fiz a compra. Mesmo um deles tendo chegado com a lateral amassada, eu gostei do atendimento”, observa.

A logística para a entrega de mercadorias delicadas, como é o caso de ovos de chocolate, é um dos principais obstáculos para a expansão das vendas desses itens via comércio eletrônico, considera Pedro Guasti, presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). “Quem sai na frente nesse mercado são as empresas que têm expertise em transportar esse tipo de produto, pois contam com uma logística especial”, analisa.

Um exemplo de empresa com expertise em entregas de produtos delicados e que se beneficia dessa experiência no período da Páscoa é a Giuliana Flores. A empresa opera no e-commerce desde 2000, sempre oferecendo ovos de chocolate em seu catálogo de produtos online. Há cinco anos, passou a comercializar também kits de Páscoa, que incluem desde os tradicionais ovos até opções sem chocolate, como cestas com coelhinhos de pelúcia, flores e champanhe.

“A Páscoa é um período importante para nós. Esperamos crescer 40% no faturamento de abril em relação ao ano passado. Como é um mês com muitos feriados, a venda de produtos temáticos da Páscoa acaba colaborando para equilibrar o faturamento”, aponta o gerente de marketing da empresa, Luiz Fabiano Resende. Nessa época, Resende comenta que cerca de 40% das vendas correspondem aos chocolates e 60% as outros produtos, como os kits e as flores, carro-chefe da Giuliana.

Uma das vantagens para o consumidor que compra em lojas online especializas é a opção de presentear um ente querido, contando com o fator surpresa. O especialista em TI Bruno Crocco, por exemplo, optou por comprar pela internet um kit Páscoa para a namorada em 2012, pois estava trabalhando fora do país e não queria que a data passasse em branco.“O atendimento e a entrega foram muito eficientes. Com certeza eu compraria  de novo artigos de páscoa pela internet. Até porque quando a pessoa recebe em casa ou no trabalho qualquer tipo presente, como o kit temático, é bem mais animador”, opina.

Outra tendência apontada por Guasti que pode incrementar a venda de bebidas e alimentos pela internet e reduzir o tempo perdido em filas nas lojas físicas é o modelo de compra feita online, mas com retirada no local.“Em São Paulo, por exemplo, cada vez mais as pessoas têm menos tempo e a cidade está sempre congestionada”, aponta Guasti, indicando que este modelo de venda é uma tendência que deve crescer nos próximos anos.

Esta foi a opção adotada pela oceanógrafa Nadine Paixão em 2012. Ao participar de um amigo secreto de chocolate, ela procurava por algo bem específico: um ovo sem leite, soja, ou glúten, que encontrou apenas na internet. “Não me lembro exatamente da loja, mas a opção por retirar pessoalmente aconteceu porque o prazo de entrega era após a data de troca de ovos”, revela.

Apesar de dizer que não compraria ovos comuns pela internet, pois pode encontrá-los em qualquer loja de departamento ou supermercado, considera a opção pela compra por e-comerce em alguns casos. “Presentear alguém que mora longe ou comprar algum ovo especial e, neste caso, optaria pela entrega”, comenta.

Fechar (X)