Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Legislação

09/12/2019

Cronograma do eSocial para janeiro de 2020 sofre alteração

Eventos que deveriam ser enviados no próximo mês por empresas dos grupos 1 e 3 têm prazo prorrogado

Ajustar texto: A+A-

Cronograma do eSocial para janeiro de 2020 sofre alteração

FecomercioSP recomenda total atenção a qualquer anúncio sobre o eSocial para cumprir as mudanças no calendário
(Arte: TUTU) 

Os eventos do eSocial que seriam obrigatórios em janeiro de 2020 serão prorrogados para os grupos 1 – do qual fazem empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões – e 3, composto por micros e pequenas empresas, MEI, empregadores pessoas físicas e entidades sem fins lucrativos.

O adiamento é reflexo das mudanças decorrentes da simplificação do sistema em andamento e da adaptação do eSocial à recente aprovada Medida Provisória (MP) n.º 905/2019, que institui o contrato de emprego Verde e Amarelo, com a possibilidade de reduzir pela metade a multa sobre o saldo do FGTS devido na rescisão do contrato de trabalho.

Veja também:
Rais e Caged serão substituídos pelo eSocial em 2020
FecomercioSP encaminha ofício em apoio à anulação de multas por atraso na GFIP
Empresas devem ter cuidado para não serem desenquadradas do Simples Nacional

Em janeiro, deixarão de ser enviados os eventos de Segurança e Saúde no Trabalho (SST) para o grupo 1 e de folha de pagamento para o grupo 3. Por consequência, os demais prazos relativos ao SST, aplicáveis aos grupos 2, 3 e 4, também serão prorrogados. As novas datas de envio ainda serão divulgadas.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) recomenda a empresários, contadores e profissionais do departamento pessoal que fiquem atentos a qualquer anúncio sobre o eSocial para cumprir as mudanças no calendário.

Saiba mais
A FecomercioSP tem um conteúdo amplo e detalhado sobre o eSocial e as orientações mais recentes sobre como proceder com base nas mudanças anunciadas. Veja mais aqui.