Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Economia

20/12/2018

Faturamento do varejo na região de Guarulhos deve atingir R$ 38,8 bilhões em 2018, alta real de 6% em relação a 2017, estima FecomercioSP

Geração de vagas pelo varejo da região de Guarulhos deve permanecer estável no ano; estoque ativo será de 104.765 vínculos trabalhistas formais

Ajustar texto: A+A-

São Paulo, 20 de dezembro de 2018 – A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) estima que, em dezembro, mês do Natal, as vendas do comércio varejista na região de Guarulhos apresentem um resultado 3% melhor que o registrado em 2017, atingindo R$ 3,8 bilhões. Esse resultado é R$ 107,3 milhões superior ao apurado em dezembro de 2017, que já foi 9% maior do que dezembro de 2016.

Para 2018, as vendas devem atingir um montante de R$ 38,8 bilhões, alta real de 6% em relação a 2017, quando o faturamento foi de R$ 36,6 bilhões, 4% superior a do ano anterior.

Dessa forma, a região de Guarulhos terá a sexta maior participação nas vendas do varejo paulista entre as 16 regiões avaliadas pela Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), sendo responsável por 6% do faturamento anual total.

Empregos formais
O varejo na região de Guarulhos deverá apresentar estabilidade em 2018 na geração de empregos com carteira assinada. A projeção é um saldo negativo de 12 postos de trabalho, resultado de 44.924 admissões em contraposição aos 44.936 desligamentos. Com isso, o estoque ativo do setor na região atingirá 104.765 vínculos, muito próximo do patamar ativo no fim do ano passado.

A FecomercioSP estima ainda que, entre as nove atividades analisadas, os setores de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamento e de supermercados terão os melhores desempenhos, com a criação de 216 e 182 vagas respectivamente. O saldo negativo de maior proporção foi observado no grupo de vestuário, tecidos e calçados (-353 vagas), seguido pelo de outras atividades (-118 vínculos).

Região de Guarulhos
Arujá, Biritiba-Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mairiporã, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel, Suzano.

Nota metodológica PCCV
A Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV) utiliza dados da receita mensal informada pelas empresas varejistas ao governo paulista por meio de um convênio de cooperação técnica firmado entre a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

As informações, segmentadas em 16 Delegacias Regionais Tributárias da Secretaria, englobam todos os municípios paulistas e nove setores (autopeças e acessórios; concessionárias de veículos; farmácias e perfumarias; eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos; lojas de móveis e decoração; lojas de vestuário, tecidos e calçados; materiais de construção; supermercados; e outras atividades).

Os dados brutos são tratados tecnicamente de forma a se apurar o valor real das vendas em cada atividade e o seu volume total em cada região. Após a consolidação dessas informações, são obtidos os resultados de desempenho de todo o Estado.

Nota metodológica PESP
A Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista do Estado de São Paulo (PESP Varejo) analisa o nível de emprego do comércio varejista em 16 regiões do Estado de São Paulo e nove atividades do varejo: autopeças e acessórios; concessionárias de veículos; farmácias e perfumarias; eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos; materiais de construção; lojas de móveis e decoração; lojas de vestuário, tecidos e calçados; supermercados e outras atividades. As informações são extraídas dos registros do Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e o impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).