Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

28/04/2021

FecomercioSP consegue ampliação do horário de funcionamento do comércio em todo o Estado de São Paulo

Governo do estado atende pedido da Entidade e estabelecimentos poderão funcionar das 6h às 20h a partir do dia 1º de maio

Ajustar texto: A+A-

FecomercioSP consegue ampliação do horário de funcionamento do comércio em todo o Estado de São Paulo

Comércio tem cumprido com todos os protocolos sanitários com o objetivo de proteger empregados e consumidores
(Arte: TUTU)

O pedido de ampliação do horário de atendimento do comércio em todo o Estado de São Paulo na Fase de Transição feito pela FecomercioSP, entidade empresarial e líder do sistema sindical do comércio de bens, serviços e turismo do Estado de São Paulo, foi atendido pelo governo paulista conforme anunciado nesta quarta-feira (28). A partir de 1º de maio, atividades comerciais poderão ter atendimento presencial das 6h às 20h, bem como salão de beleza e barbearia, academias e restaurantes e similares com consumo local.

A solicitação, feita à secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, e reforçada na  terça-feira (27), em ofício destinado ao governador João Doria, aponta que o funcionamento dos estabelecimentos comerciais dos setores considerados não essenciais em período reduzido(das 11h às 19h), potencializa a ocorrência de aglomerações, além de inibir a dinâmica dos negócios. Com a flexibilização, os estabelecimentos poderão atender das 6h às 20h desde que respeitem a capacidade de ocupação de 25%.

Saiba mais sobre o posicionamento da FecomercioSP na pandemia
As empresas precisam voltar a trabalhar
Reconstrução, por Abram Szajman
Articulação nacional é imprescindível para manter a estrutura econômica do País e a sobrevivência das empresas

No pedido, a Entidade ressaltou algo que vem anunciando constantemente: o comércio tem cumprido com todos os protocolos sanitários, além de absorver grande parte dos prejuízos gerados durante a pandemia.

Na atualização do Plano São Paulo, o governo ainda prorrogou a fase de transição da quarentena por mais uma semana, de 1º de maio até o dia 9. O toque de recolher permanece em vigor das 20h às 5h, assim como a sugestão de teletrabalho para as atividades administrativas não essenciais e o escalonamento de horário de entrada e saída das atividades de comércio, serviços e indústria.

Amparo às empresas

Além do horário de funcionamento, a FecomercioSP tem atuado para que os governos – federal, estadual e municipais – editem medidas econômicas de amparo às empresas, como a ampliação das linhas de crédito para pequenos negócios, o parcelamento do pagamento de tributos e a flexibilização das regras trabalhistas.

A Entidade frisa que o setor empresarial tem cumprido, desde março de 2020, com todas as medidas necessárias para reduzir a propagação do vírus com o objetivo de proteger empregados e consumidores e também defende a manutenção o emprego.

Inclusive, a Federação tem participado de reuniões de trabalho com o governo estadual e defende que a recuperação da economia somente ocorrerá, de fato, com a ampla vacinação da população brasileira.

Clique aqui e veja o ofício enviado, na última terça-feira (27/4), pela FecomercioSP ao Governo do Estado de São Paulo solicitando “a máxima expansão do horário permitido para o funcionamento das atividades comerciais em geral no âmbito do Plano São Paulo, com concomitante liberdade para que as prefeituras, em diálogo com os representantes normativos setoriais das localidades, possam definir regras mais assertivas com relação a esses horários.”

Faça parte!

Se você tem interesse na melhoria do ambiente de negócios para que a sua empresa possa crescer, conheça melhor a FecomercioSP. Você pode se tornar um associado e ter acesso a conteúdos e serviços exclusivos, além de descontos em eventos e outros benefícios.