Negócios

01/10/2015

Ferramentas digitais serão aliadas do mercado de turismo nos próximos anos

Recursos oferecidos pela rede, que já promoveram transformações no setor, mostram o caminho para um mercado promissor e versátil

Ferramentas digitais serão aliadas do mercado de turismo nos próximos anos

Por Deisy de Assis

Nos últimos anos, o setor de turismo e eventos apresentou não apenas crescimento e bons índices de empregabilidade, mas transformações contínuas que ocorreram pelas interferências de canais online, em todos os seus segmentos. Segundo especialistas que participaram do debate “Compras de viagens na internet, o que vem por aí?”, realizado hoje após a solenidade de lançamento do Conselho Executivo de Viagens e Eventos Corporativos (CEVEC) da FecomercioSP, o sucesso dos negócios na indústria de viagens está relacionado ao uso de ferramentas digitais.

O comportamento do viajante na rede está modificando o papel dos agentes de viagem e, consequentemente, exigindo um novo perfil de prestação de serviço, como um tipo de consultoria em viagens, dada a autonomia que o consumidor tem para pesquisas, reservas, compra de voos e serviços por meio da internet. O mercado de turismo corporativo segue a tendência.

A presidente do CEVEC, Viviânne Gevaerd Martins, ressaltou estimativas de que aproximadamente 70% dos usuários de internet usam a rede para pesquisar sobre turismo e lazer, sendo que mais de 50% concluem compras online. “São vários fatores que mostram que o mundo de viagens está atrelado ao e-commerce e, por isso, as agências vão mudar sua forma de atuação”, disse.

Para o vice-presidente sênior de vendas e distribuição da Accor na América Latina, Philippe Seguin, o cenário se mostra oportuno também para as agências se aperfeiçoarem no atendimento à clientela. Ele alertou ainda quanto ao potencial das mídias sociais nos negócios. “Elas vão ser um dos principais canais de comunicação para o setor.”

Mobile

Paulo Salvador, diretor da Intercity e autor do livro “Viagens online: estratégias e oportunidades”, destacou a importância dos aplicativos mobile para serviços, como é o caso do check-in. “Ainda estamos no início da grande contribuição do mobile nesse mercado.”

Os aplicativos móveis também foram mencionados pelo Diretor Executivo da Associação de Executivos de Viagens Corporativas (ACTE), Greeley Koch, que participou do evento por vídeo conferência.

Segundo o especialista, a tecnologia móvel possibilita engajamento no mercado, entre setores públicos, privados e universidades. “O que deve ser feito é investir em qualidade de internet para o pleno engajamento.”

O painel “Compras de viagens na internet, o que vem por aí?” contou com a participação ainda do gerente de vendas regional da América Airlines, Alexandre Cavalcanti, e do presidente da Associação Brasileira de Gestores de Viagens Corporativas (ALAGEV), Eduardo Murad. Ambos frisaram os investimentos em tecnologia como medida imprescindível para a inovação do turismo.

Confira nos links abaixo as apresentações mostradas no evento:

Apresentação FecomercioSP

Apresentação do Conselho Executivo de Viagens e Eventos Corporativos

Apresentação da Pesquisa de Emprego no Setor de Viagens e Eventos no Estado de São Paulo

Apresentação da Pesquisa Comportamento do Usuário de Internet