Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Economia

26/03/2020

Governo federal atende a um dos pleitos da FecomercioSP e estende crédito do BNDES

Medidas de ampliação de crédito e a suspensão de pagamento de dívidas foram sugeridas ao Ministério da Economia

Ajustar texto: A+A-

A FecomercioSP considera positivo o pacote de medidas anunciadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no sentido de tentar minimizar os prejuízos que a disseminação do coronavírus tem causado à economia brasileira.
 
São quatro ações principais: transferência de recursos do fundo PIS/Pasep para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), cerca de R$ 20 bilhões, que posteriormente poderão ser liberadas para saque; suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos feitos anteriormente pelas empresas, tanto diretos (R$ 19 bilhões) quanto indiretos (R$ 11 bilhões); e R$ 5 bilhões de ampliação de crédito de capital de giro para micros, pequenas e médias empresas.
 
A Federação lembra que as medidas de ampliação de crédito e a suspensão de pagamento de dívidas foram sugeridas ao ministro Paulo Guedes em ofício enviado na semana passada, após a Entidade ouvir empresários e associados sobre as dificuldades para enfrentar a pandemia.