Editorial

01/11/2019

Projetos da FecomercioSP integram lista de finalistas da 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico

Premiação marcada para o fim de novembro reconhece excelência na identidade visual de publicações e incentiva a produção nacional

Projetos da FecomercioSP integram lista de finalistas da 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico

Os projetos vencedores irão compor uma exposição em Curitiba (PR) no fim de novembro
(Arte: TUTU)

Duas publicações da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) são finalistas da 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico, realizada pela Associação dos Designers Gráficos (ADG Brasil). A premiação reconhece trabalhos que tenham excelência na produção gráfica brasileira e que registram os últimos dois anos da produção nacional; esse evento acontece no dia 30 de novembro em Curitiba (PR).

Um dos destaques é o livro Propostas da FecomercioSP para um Brasil melhor (2019-2023), publicação de 2018 que examina as possibilidades de crescimento e desenvolvimento do País tendo como ponto central a defesa de um espaço mais oportuno aos negócios e à geração de empregos. A obra trata de assuntos como a reforma do estado brasileiro; o estímulo ao desenvolvimento do varejo, atacado, serviços e turismo; uma maior inserção do Brasil no cenário internacional; políticas sustentáveis; desenvolvimento local; melhoria de logística e infraestrutura, entre outros temas.

Veja também:
Revista Problemas Brasileiros é vencedora regional do prêmio Aberje 2019

A outra publicação finalista é o boletim mensal No Balcão, editada pela FecomercioSP, que reúne questões jurídicas e temas pertinentes aos empreendedores sobre tópicos macro e microeconômicos, de forma a auxiliar na gestão dos negócios. Ao todo, 19 edições já foram lançadas desde janeiro de 2018.

O processo de seleção da Bienal ocorre em duas etapas: na primeira, um grupo de jurados escolheu 583 entre 1.282 projetos inscritos. Todos os selecionados serão expostos no site da Bienal e em um catálogo impresso. Na segunda etapa, que ocorre no fim de novembro, a curadoria da Bienal premiará com troféus 50 trabalhos que se destacaram durante a seleção. Os projetos vencedores irão compor essa mostra que abre as portas no dia 30 de novembro e fica até 16 de dezembro no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba.