Negócios

24/02/2016

Comércio eletrônico brasileiro cresce 15% e movimenta R$ 41 bilhões em 2015

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (24) traz um panorama completo do comércio eletrônico em 2015 e aponta as expectativas para 2016

Comércio eletrônico brasileiro cresce 15% e movimenta R$ 41 bilhões em 2015

2015 registrou crescimento das vendas por meio de dispositivos móveis e de consumidores que realizaram pelo menos uma compra via Internet
(Arte/TUTU)

Apesar do cenário econômico desfavorável, o comércio eletrônico brasileiro registrou um crescimento nominal de 15% no faturamento, movimentando R$ 41,3 bilhões. A previsão é de que, até o final do ano, o setor fature R$ 44,6 bilhões, o que representa um acréscimo nominal de 8%, em relação ao período anterior. Os dados são da 33ª edição do relatório WebShoppers, produzido pela E-bit e divulgado nesta quarta-feira (24). A pesquisa traz um panorama completo do comércio eletrônico em 2015 e aponta as expectativas para 2016.

Dentro do cenário de crise econômica, com aumento de inflação, desemprego e incertezas ao longo de 2015, o e-commerce se mostrou uma excelente alternativa na busca de bons negócios para o consumidor, apresentando faturamento muito acima do registrado no varejo tradicional", afirma o fundador da E-bit, presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da FecomercioSP e vice-presidente de Relações Institucionais do Buscapé Company, Pedro Guasti.

O ano reservou resultados positivos para o setor. Entre os pontos fortes, o crescimento expressivo das vendas feitas por dispositivos móveis, do número de consumidores que realizaram pelo menos uma compra via Internet e da quantidade de pedidos.

Confira no infográfico abaixo os principais destaques desta edição da pesquisa:

6963_info_geral