Sesc

Sesc

Referência em inovação e transformação social

A ação do Serviço Social do Comércio (Sesc) é resultado da iniciativa do empresariado do comércio e serviços, que promove, desde sua criação em 1946, um sólido projeto cultural e educativo, referência em inovação e transformação social. O Sesc foi criado com a finalidade de promover bem-estar social, desenvolvimento cultural e melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores desses setores, de suas famílias e da comunidade em geral.

Gerido pela FecomercioSP, o Sesc São Paulo dispõe de uma rede de instalações físicas formada por mais de 30 unidades disseminadas pela capital, interior e litoral do Estado de São Paulo. Priorizando o lazer do trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo, o Sesc configurou uma rede de centros em que o usuário pode desfrutar de todos esses serviços num mesmo equipamento.

Ao longo dos anos, o Sesc inovou ao introduzir novos modelos de ação cultural e marcou, na década de 1980, a educação como pressuposto para a transformação social. A concretização desse propósito se deu por uma intensa atuação no campo da cultura e suas diferentes manifestações, destinadas a todos os públicos, em diversas faixas etárias e sociais. Isso não significa apenas oferecer uma grande diversidade de eventos, mas efetivamente contribuir para experiências mais duradouras e significativas.

Oferece também atividades de turismo social, programas de saúde e de educação ambiental, programas especiais para crianças e terceira idade, além dos pioneiros Mesa Brasil SESC São Paulo, de combate à fome e ao desperdício de alimentos, e Internet Livre, de inclusão digital.

O desenvolvimento econômico da última década trouxe novas oportunidades de expansão dos programas Sesc a um maior número de trabalhadores, o que se verifica com os novos equipamentos que serão inaugurados na capital e no interior.

Mas o ritmo dessa expansão física só tem sido possível pelas características da gestão que alia agilidade no gerenciamento, dada pela estrutura organizacional do departamento em São Paulo, com a finalidade social da missão que se soma às variáveis econômicas que têm impactado a dinâmica de contribuições e o crescimento do trabalho formal. Não fosse o cenário econômico das duas últimas décadas e o empenho da liderança do empresário, presidente da FecomercioSP, Abram Szajman, o perfil atual do Sesc seria outro.

Conteúdos relacionados