Negócios

06/07/2017

Cargo X, a Uber dos caminhões, quer revolucionar o transporte de cargas no Brasil

Startup fatura no mercado brasileiro de logística com aplicativo que conecta fretes a motoristas

Cargo X, a Uber dos caminhões, quer revolucionar o transporte de cargas no Brasil

Frederico Vega explica que ideia de criar app surgiu após ter identificado que o País tem a logística mais complexa do mundo (Arte: TUTU)

Com o objetivo de ajudar caminhoneiros a encontrar fretes no local onde realizam a descarga de mercadorias e, ao mesmo tempo, amenizar os gargalos encontrados no transporte rodoviário do Brasil, o argentino Frederico Vega criou, no início de 2016, a Cargo X, uma startup que funciona como um “Uber dos caminhões”, conectando motoristas e cargas pelo País. 

O empresário, que viveu pouco mais de uma década na Inglaterra, conta que a ideia de desenvolver o aplicativo surgiu após ter identificado que, apesar de o mercado movimentar R$ 120 bilhões, o Brasil tem a logística mais complexa do mundo.  Segundo dados divulgados pela empresa, mais de 40% dos veículos de carga viajam vazios pelas estradas brasileiras.

Veja também:
Aplicativos facilitam a gestão do pequeno negócio
Veja quando vale a pena para uma empresa lançar um aplicativo
Big data é recurso para empresas alinharem tecnologia aos negócios

“Um dos grandes problemas do mundo é o transporte rodoviário. São caminhões rodando vazios, poluindo, atrapalhando o trânsito. A maioria das empresas que hoje enviam caminhões de São Paulo a Recife, por exemplo, não tem plano de retorno para o caminhão. Então ele chega, descarrega e volta vazio. Isso encarece o transporte final”, explicou o empresário.

O aplicativo funciona nos mesmos moldes do Uber. A diferença é que, em vez de atender a um passageiro, o motorista transportará uma carga.  “Todo mundo faz essa analogia porque há uma conexão, mas a inspiração não veio do Uber, veio mais do problema que existia. Nós ainda estamos desenvolvendo a plataforma, mas já temos uma rede de 200 mil caminhoneiros cadastrados e 40 mil caminhões ativos. Mas nossa empresa também oferece outros serviços por meio de outro app. Por exemplo, onde há um apartamento bom para pernoite”, disse Vega.

A Cargo X atende desde pessoas físicas até grandes empresas. A startup também garante o seguro das mercadorias transportadas. “No Brasil, há um milhão de caminhões autônomos, além da frota privada de transportadoras. Nos dois casos, quando um caminhão é contratado, um seguro é feito. Há um gerenciamento de risco que possibilita avaliar caso a caso”, concluiu.

Confira a reportagem na íntegra (aqui) publicada na revista C&S.