Negócios

01/01/2019

Conselho de Comércio Eletrônico

Confira as últimas ações desenvolvidas no âmbito deste comitê

Conselho de Comércio Eletrônico

 

Missão: promover o desenvolvimento sustentável e a melhoria do ambiente de negócios com ações que estimulem a competitividade e a sustentabilidade das empresas do setor.

Conheça algumas das empresas participantes:

- Dafiti

- Via Varejo

- Magazine Luiza

- Amazon

- B2W Digital

- Peixe Urbano

- Amaro

- Netflix

- Ingresso.com

- Total Express

Atuação & Advocacies:

- iniciativas e pleitos junto com o Poder Público para desburocratização e modernização das regras impostas ao comércio eletrônico brasileiro;

Comércio e Indústria 4.0: Fecomercio discute economia digital na 2ª reunião da Frepem:



 

- ações com foco nas atividades e nos gargalos do setor, como barreiras logísticas, regras arcaicas e disfunções tributárias. Acompanha as tendências do varejo multicanal e outras inovações do mercado e do consumo;

Comércio eletrônico brasileiro esbarra em dificuldades tributárias e logísticas na integração dos canais de venda

Legislação tributária brasileira não acompanhou o dinamismo do e-commerce

Estratégia logística é fator-chave para sucesso da loja virtual

- participa ativamente de trabalhos como a regulação do Banco Central para os marketplaces e prevenção a fraudes em parceria com a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs);

- pleiteia a regulamentação da Lei Geral de Proteção de Dados (LPDR) para estabelecer condições diferenciadas para as micro e pequenas empresas, pois a legislação não faz distinção do volume de operações de tratamento de dados na imputação das obrigações;

Autoridade Nacional de Proteção de Dados precisa manter diálogo aberto com a iniciativa privada

FecomercioSP reforça importância de órgão de proteção de dados

Empresas de pequeno porte serão mais afetadas pela nova Lei de Proteção de Dados

Empresas devem se preparar para atender às normas da nova Lei Geral de Proteção de Dados

- um dos advocacies atuais é o pleito na Secretaria da Fazenda por um regime especial do comércio eletrônico, com foco nas demandas do setor para a desburocratização do sistema tributário estadual: notas fiscais de devolução de mercadorias; lockers em estabelecimentos de terceiros contribuintes do ICMS; e logística sem papel.

CAT e CCE iniciam conversas com Sefaz-SP para melhorar legislação do e-commerce