Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

23/09/2020

Consumidor muda forma de escolher marca durante a pandemia de covid-19; saiba o que ele prioriza agora

O fundador e presidente do Reclame Aqui, Maurício Vargas, fala ao podcast da FecomercioSP que a idoneidade da empresa é um dos aspectos avaliados no momento

Ajustar texto: A+A-

Consumidor muda forma de escolher marca durante a pandemia de covid-19; saiba o que ele prioriza agora

Vargas destaca que apesar das dificuldades encontradas na pandemia, as empresas se voltaram para o consumidor
(Arte: TUTU)

O consumidor se mostrou mais disposto a testar outras marcas a partir de março deste ano, quando teve início a pandemia de covid-19 no Brasil. Para o fundador e presidente do Reclame Aqui, Maurício Vargas, essa “infidelidade do consumidor”fez as empresas reverem as práticas adotadas até então.

“O consumidor passou a olhar muito a reputação da empresa e o que ela está fazendo por ele nessa pandemia.  Então, hoje, pesquisa-se mais a idoneidade da empresa, e não só o preço”, analisa Vargas em entrevista ao podcast da FecomercioSP.

Saiba mais sobre as mudanças ocasionadas na pandemia:
Varejo de construção identifica aumento no interesse do cliente na pandemia de covid-19
Fique por dentro de inovações nas plataformas de vendas que podem ser aplicadas na moda feminina no Brasil
Varejo muda formato para atender consumidor na pandemia; ouça

Na análise do mercado, Vargas destaca que as empresas que, apesar das dificuldades encontradas na pandemia, se voltaram para o seu consumidor, dele se aproximando,  são as que vão conseguir manter os negócios.

“Tem muita empresa que responde ao canal Reclame Aqui que passou a investir mais na experiência do cliente do que antes da pandemia. Essa é a grande visão, a do consumidor, do cliente porque ele pensa que pode pagar um pouquinho mais caro porque sabe que vai ter uma boa experiência, tanto no mundo físico quanto no mundo online”, afirma ele.

Ouça o podcast

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcasts.