Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

30/08/2015

Crise e desvalorização do real podem estimular o turismo pelo Brasil

Com a alta do dólar e a desaceleração da economia, viagens internacionais tonaram-se pouco atrativas

Ajustar texto: A+A-

Crise e desvalorização do real podem estimular o turismo pelo Brasil

A crise econômica que afeta o Brasil pode ser uma oportunidade de crescimento para o turismo nacional, já que com a alta do dólar as viagens para o exterior tornaram-se pouco atrativas. O momento é propício para que as empresas ofereçam ações promocionais e aumentem a divulgação de seus destinos turísticos.

Com a recessão, o consumidor está mais cauteloso e por isso fará diversas pesquisas de preços para negociar as melhores condições antes de fechar pacotes de viagens, segundo a Assessoria Econômica da FecomercioSP.

Bares e restaurantes também podem aproveitar as ações promocionais para aumentar suas vendas e combater a crise.

Turismo internacional

Segundo dados do Banco Central, no primeiro semestre de 2015, os gastos dos brasileiros em suas viagens internacionais chegaram a U$$ 9,9 bilhões, o menor resultado registrado para o período desde 2010.

Os turistas estrangeiros também gastaram menos no Brasil nos primeiros seis meses: US$ 2,9 bilhões, frente a US$ 3,6 bilhões em 2014. Vale ressaltar que a realização da Copa do Mundo fez com a que a base de comparação ficasse elevada.

Este ano, o déficit na conta de viagens internacionais alcançou US$ 7 bilhões, frente a US$ 8,6 bilhões em 2014.