Economia

25/08/2017

De ponto de encontro do público alternativo a ponto turístico da capital: FecomercioSP lança vídeo exclusivo sobre a Galeria do Rock

Produção conta história da edificação que carrega a identidade de seus frequentadores e comerciantes

De ponto de encontro do público alternativo a ponto turístico da capital: FecomercioSP lança vídeo exclusivo sobre a Galeria do Rock

A produção faz parte do SP 463, site especial sobre os clusters comerciais de São Paulo, lançado pela Federação no aniversário da cidade, em homenagem aos comerciantes
(Arte/TUTU)

Em frente ao Largo do Paissandu, na capital paulista, está o Shopping Center Grandes Galerias – mas há décadas ninguém conhece o edifício por esse nome. A Galeria do Rock recebeu a alcunha na década de 1980, pois era no local que se encontrava o público alternativo para ir a shows e festas da noite paulistana. Em busca dos consumidores, comerciantes de discos se instalaram no local, que hoje abriga diversas lojas de CDs, vinis, camisetas e skate, além de estúdios de piercing e tatuagem. A galeria e suas particularidades são tema de vídeo exclusivo elaborado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A produção faz parte do SP 463, site especial sobre os clusters comerciais de São Paulo, lançado pela Federação no aniversário da cidade, em homenagem aos comerciantes – peças fundamentais na construção e no fortalecimento da economia paulistana. As 450 lojas que pertencem a, em média, 250 empresários espalhados pelos sete andares da Galeria do Rock ajudam a criar a atmosfera alternativa que confere identidade ao local. É possível encontrar colecionadores que criaram pontos de venda e troca de algum produto pelo qual são apaixonados e diversos tipos de roupas e acessórios para quem busca um visual autêntico.

SP 463

Além da Galeria do Rock, a plataforma SP 463 traz vídeos sobre a tradicional Feira do Pacaembu, símbolo de uma das atividades mais emblemáticas da cidade, a Rua da Consolação, conhecida como a “rua dos lustres”; a Rua 25 de Março, maior centro de comércio popular da América Latina; e a Rua Teodoro Sampaio, referência em instrumentos musicais. O site conta com novidades todos os meses. Acompanhe!