Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

17/07/2020

Fique por dentro dos protocolos municipais de reabertura do comércio

Assessora jurídica da FecomercioSP, Ana Paula Locoselli, fala em podcast sobre a importância de conhecer as regras para a abertura

Ajustar texto: A+A-

Fique por dentro dos protocolos municipais de reabertura do comércio

Na conversa ela ressalta que os colaboradores devem ser treinados para garantir o cumprimento das regras e impedir que sejam negligenciadas com o passar do tempo
(Arte: TUTU)

O empresário deve estar atento aos decretos estaduais e municipais para a retomada segura e gradual do atendimento presencial nos estabelecimentos durante a pandemia de covid-19. No podcast FecomercioSP, publicado na sexta-feira (17), a assessora jurídica da Federação, Ana Paula Locoselli, também destaca a importância dos protocolos específicos de cada setor, como o de comércio de rua e de shoppings, de salões de beleza e barbearias, de restaurantes, bares e similares e de academias.

“O empresário tem de olhar em qual fase a cidade, em que esteja localizado o estabelecimento se encontra e, a partir da fase laranja do Plano São Paulo, observar o decreto municipal que vai regrar o horário de abertura e fechamento do estabelecimento comercial, bem como as atividades que podem funcionar naquele momento.”

Saiba mais sobre o assunto:
Fique por dentro dos protocolos de distanciamento social e de higiene na capital paulista
Governo atualiza calendário de retomada das atividades consideradas não essenciais no Estado
Baixe aqui o e-book com as orientações sanitárias para a reabertura das empresas

De forma geral, Ana Paula diz que após a fase vermelha, em que apenas os serviços essenciais funcionam, é preciso que os donos dos estabelecimentos intensifiquem o processo de limpeza, em especial, nas áreas de maior fluxo de pessoas. Ainda é necessário focar na higienização do balcão, da recepção e de produtos.

Nesse sentido, os colaboradores devem ser treinados para garantir o cumprimento das regras e impedir que sejam negligenciadas com o passar do tempo. O mesmo deverá ser feito com os consumidores a partir da exibição de cartazes informativos sobre o uso de máscaras. “O que todos os consumidores procuram é segurança sanitária”, comenta Ana Paula.

Cadastre-se aqui para baixar o protocolo sanitário com as regras a serem observadas.

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcasts.