Economia

28/02/2019

PIB de 2018 se mantém estagnado e abaixo do projetado pela FecomercioSP

Em termos sazonais, aumento foi de 0,1% e economia deixou de crescer no último trimestre, como esperado

PIB de 2018 se mantém estagnado e abaixo do projetado pela FecomercioSP

Apesar do resultado, Entidade estima que reformas podem gerar crescimento de 3% no PIB de 2019
(Arte: TUTU)

O produto interno bruto (PIB) cresceu 1,1% em 2018, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice repetiu o resultado obtido em 2017 e ficou abaixo do projetado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Em termos sazonais, o aumento foi de 0,1% e, ao contrário do ano anterior, deixou de apresentar aceleração no último trimestre como esperado. Na análise setorial, a agropecuária registrou elevação de 2,4% e o setor de comércio e serviços cresceu 1,1%. Já a indústria sofreu queda de 0,5%.

Veja também:
Banco Central mantém Selic em 6,5% em consonância com momento de incertezas
Desequilíbrio nas contas públicas prejudica as vendas no comércio
Condições econômicas devem favorecer investimentos em ações em 2019

Para 2019, a FecomercioSP estima um crescimento de 3%, mas ainda não é possível afirmar se é o início de um processo duradouro de crescimento após três anos de recessão e dois anos de baixo crescimento. 

A FecomercioSP mantém uma visão otimista para o desempenho do PIB em 2019 por acreditar na continuidade de uma política econômica austera e responsável e na aprovação da Reforma da Previdência. A expectativa também leva em consideração o potencial de privatizações e de atração de investidores externos (bem como o potencial de retomar a propensão a investir de empresários locais). Para a Entidade, apenas assim será possível garantir o equilíbrio da economia brasileira no longo prazo.