Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

28/03/2017

Portaria é cartão de visita do empreendimento

Capacitação dos profissionais que realizam o atendimento na recepção é essencial no turismo e em condomínios

Ajustar texto: A+A-

Portaria é cartão de visita do empreendimento

Sindtur de Ribeirão Preto oferece dois tipos de aulas na área: uma específica para empreendimentos turísticos e outra direcionada a condomínios
(Arte/TUTU)

Por Jamille Niero

A portaria ou recepção de uma empresa ou de um condomínio é o cartão de visita do estabelecimento, uma vez que toda a imagem inicial que o cliente ou visitante tem do empreendimento é a partir desse atendimento. Daí a importância das companhias investirem na qualificação de quem atua nessas áreas, e para os profissionais que atendem, é essencial estarem atualizados sobre essa necessidade.

“A qualificação em portaria difere de acordo com a categoria econômica. Em turismo, atender com cortesia e saber orientar sobre os pontos turísticos da cidade, por exemplo, são essenciais. Já em condomínios, também chamamos a atenção para a segurança. O profissional que está ali deve saber com quem fala, quem entra no local”, explica Aguinaldo Rodrigues da Silva, presidente do Sindicato de Turismo, Hospitalidade, Serviços e Mercado Imobiliário de Ribeirão Preto e Região (Sindtur).

Pensando em conscientizar sobre a importância da função e em capacitar quem a executa, a entidade tem realizado cursos mensais focados na área. São dois tipos de aulas: uma específica para empreendimentos turísticos e outra direcionada a condomínios.

Segundo o consultor Willian Hanna Fares, gestor de segurança do trabalho, atualmente as empresas não investem na equipe dessa área e os profissionais acham que não precisam de qualificação. “É um erro de posicionamento no mercado, porque o funcionário precisa ter a noção exata do que é qualidade em atendimento e das regras fundamentais para uma recepção eficaz, como comunicação assertiva, sigilo de informações, triagem de pessoas, controle de acesso e gestão de conflitos”, observa.

Todos esses aspectos são abordados em sala de aula, o que causa surpresa nos alunos. O consultor conta que muitos esperam encontrar explicações mais técnicas e se deparam com um conhecimento mais amplo. “Muitos problemas em condomínios podem ser minimizados ou resolvidos na portaria, se tiver um bom profissional ali”, justifica. Tanto que aos poucos as empresas estão percebendo a importância da área e mandando funcionários do departamento de Recursos Humanos (ou mesmo o próprio dono) para acompanhar as aulas e entender qual a qualificação necessária.

Do lado dos profissionais, o curso ajuda quem busca uma vaga no disputado mercado de trabalho em tempos de crise. É o caso de Geraldo Manoel da Silva, de 79 anos, que esteve na aula realizada em 7 de março, acompanhado de outros três colegas que também trabalham em um edifício localizado na área central de Ribeirão Preto.

É o primeiro curso de portaria de Silva, que está na função há 19 anos. “Fiz alguns de zeladoria. Sempre é tempo para aprender e desempenhar melhor nossas atividades. Esse será certamente o primeiro de muitos outros, pois gostei muito da exposição do gestor. Saímos do curso com informações importantes de atuação nas portarias e áreas de atendimento. E, assim, vamos melhorar nossa rotina no emprego, o que é sempre muito positivo”, comenta.

Mais informações sobre as próximas edições do curso “Portaria e Área de Acesso” podem ser obtidas por meio dos telefones (16) 3607-6865/3610-4781, pelo e-mail treinamentos@sindtur.org.br ou ainda pelo site do Sindtur.