Sustentabilidade

09/09/2019

Sistema de logística reversa recolhe 101 toneladas de pilhas e baterias portáteis nos pontos do Estado de São Paulo

Programa é uma das principais frentes de ação sustentável da FecomercioSP, que atua na implantação de sistemas de LR de pilhas e baterias portáteis, eletroeletrônicos e baterias de chumbo-ácido

Sistema de logística reversa recolhe 101 toneladas de pilhas e baterias portáteis nos pontos do Estado de São Paulo

Assunto está inserido nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), especificamente no ODS 12, que trata dos padrões de produção e de consumo sustentáveis
(Arte: TUTU) 

A busca por um mundo melhor passa necessariamente pela sustentabilidade e por cada ação elaborada na direção do descarte responsável de produtos que ameaçam o meio ambiente e a saúde da população. O tema é uma das prioridades do Conselho de Sustentabilidade da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), que assumiu compromissos nos âmbitos nacional e internacional.

Uma das frentes é a assinatura e de Termos de Compromisso para implantação de sistemas de Logística Reversa que recolhem e reaproveitam os resíduos pós-consumo de pilhas e baterias portáteis, eletroeletrônicos e baterias de chumbo-ácido. Essas ações auxiliam os comerciantes a atender às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), Lei n.º 12.305, de 2 de agosto de 2010, que prevê responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida de certos produtos, ao mesmo tempo que permite armazenamento, transporte, tratamento, reciclagem e destinação final ambientalmente adequada de resíduos com o poder de contaminar o solo e os lençóis freáticos ao serem jogados no lixo comum ou em terrenos baldios.

Veja também:
Logística reversa de medicamentos é oportunidade para varejo prestar serviço a consumidor
FecomercioSP apresenta a visão das empresas do comércio e serviços sobre o sistema de controle de resíduos da Amlurb
FecomercioSP apresenta propostas à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente sobre proibição de canudos plásticos

No sentido global, esse assunto está inserido nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), especificamente no ODS 12, que trata dos padrões de produção e de consumo sustentáveis. Além de apoiar os 17 ODS, a FecomercioSP é signatária do Pacto Global, e se propõe a ampliar o entendimento sobre o papel primordial do setor empresarial no alcance dos objetivos e da melhora da qualidade de vida das pessoas. A Entidade também faz parte da campanha O Futuro Que A Gente Quer, da Rede Brasil do Pacto Global.

Balanços dos termos
Os termos de compromisso são sempre firmados em conjunto com outras entidades da cadeia produtiva e têm apresentado resultados positivos. Dados recentes mostram que apenas em 2018, no segundo ano do termo para pilhas e baterias portáteis foram recolhidas e destinados corretamente pela entidade gestora Green Eletron, 101 toneladas nos 851 pontos de entrega espalhados pelo Estado de São Paulo. Esse balanço é reflexo do instrumento assinado em dezembro de 2016 pela FecomercioSP, Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado (SIMA), Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) e pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (ABINEE), com a inclusão da Green Eletron, em dezembro de 2017.

O sucesso foi registrado também no segundo ano (2018) do termo de baterias de chumbo-ácido (automotivas, de motocicletas e embarcações). Foram coletadas 54,674 mil toneladas de material, ante os mais de 43 mil no primeiro ano. Nesse caso, o termo de compromisso foi assinado em dezembro de 2016 entre a Federação, a SIMA, a CETESB, a Associação Brasileira de Baterias Automotivas e Industriais (ABRABAT) e o Instituto Brasileiro de Energia Reciclável (IBER). O termo, que cobre os 465 municípios paulistas e está presente em 5.173 estabelecimentos, teve 95% dos produtos recolhidos reciclados.

A coleta e destinação adequada de eletroeletrônicos, realizada pela Green Eletron, saltou de 2,5 toneladas nos dois primeiros meses do sistema (novembro e dezembro de 2017) para 102,4 toneladas no ano de 2018. Atualmente, os pontos de entrega estão instalados em 20 cidades, e a procura cresceu no setor de comércio de bens e de prestação de serviços. Além da FecomercioSP, fazem parte desse termo desde outubro de 2017 a Green Eletron, a ABINEE, a SIMA e a CETESB.

A FecomercioSP também leva a bandeira da logística reversa para a Conferência de Produção Mais Limpa e Mudanças Climáticas, realizada anualmente na capital paulista. Nos últimos dois eventos, a campanha que dura um dia, recebeu 764 quilogramas de pilhas, baterias portáteis e eletroeletrônicos, que foram coletadas e enviadas pela Green Eletron para as recicladoras homologadas para a destinação adequada dos materiais.