Economia

10/05/2016

Tecnologia para pontos de ônibus do futuro propõe novo canal entre comércio e consumidor

Protótipo permite comunicação com os passageiros por meio de propagandas e wi-fi

Tecnologia para pontos de ônibus do futuro propõe novo canal entre comércio e consumidor

Atualmente o que há na cidade são painéis publicitários simples, com iluminação, instalados em 2,2 mil pontos
(Arte TUTU)

Por Deisy de Assis 

Um protótipo de ponto de ônibus com painel tecnológico, apresentado na Campus Party em janeiro deste ano, promete ser um canal para maior interação com consumidores no futuro, na cidade de São Paulo. Com o chamado “Abrigo do Futuro”, comerciantes poderão anunciar de forma mais atrativa e estreitar a comunicação com o cliente por meio de painéis com recursos como wi-fi, emissão de informações via bluetooth (beacon), touch-screens e câmeras. 

Os impactos da inovação são expressivos levando em consideração a intensa movimentação nos pontos da metrópole. Só em 2015, de acordo com os cálculos da São Paulo Transporte S.A. (SPTrans), aproximadamente 2,8 bilhões de passageiros foram transportados pelas linhas municipais, utilizando as 19,7 mil paradas existentes na Capital. 

Atualmente o que há na cidade são painéis publicitários simples, com iluminação, instalados em 2,2 mil pontos. De acordo com a São Paulo Obras S.A. (SPObras), outras 4,3 mil paradas estão aptas a receber publicidade, por terem ganhado nova estrutura, com cobertura. 

Abrigo do Futuro 

Desenvolvido pela Ótima, empresa que já atua com painéis publicitários em paradas de ônibus da cidade, o projeto, além da conectividade e das propagandas, tem entre suas funções informar em tempo real a posição dos coletivos, as rotas das linhas que servem o local, a previsão do tempo, situação do trânsito e outras ocorrências que podem influenciar no trajeto das pessoas. 

Há também a possibilidade de recarregar as baterias de aparelhos celulares e inserir crédito em cartões como o Bilhete Único, que integra o sistema de transporte paulistano. “As tecnologias permitirão uma cidade melhor para todos, já que viabilizam os conceitos de smart city (cidade inteligente) nos abrigos”, afirma o gerente de tecnologia e inovação da empresa, Gustavo Brancante. 

A interatividade com o consumidor permitirá um novo perfil de propaganda, na opinião do gerente. “Empresas poderão anunciar seus produtos de uma forma mais dinâmica, aumentando o envolvimento do consumidor com a marca exposta e, consequentemente, os resultados de vendas.” 

Vantagens 

Para o presidente do Conselho de Desenvolvimento Local da FecomercioSP, Jorge Duarte, a novidade estimula um novo comportamento dos usuários do transporte público, diante das facilidades que pode agregar aos locais de espera. Além de fomentar negócios, desde os diretamente envolvidos no serviço de tecnologia nos pontos, até as empresas da área de transporte e o comércio. 

“Vários negócios estão por trás desse serviço, que, além de movimentar essa cadeia, poderá estimular a inovação para o comércio”, ressaltou Duarte. 

Embora o Abrigo do Futuro seja um protótipo, a Otima já aplica ferramentas parecidas a favor da publicidade das marcas. Em 2015, foram executados 35 projetos diferenciados para grandes marcas de diversos segmentos.           

“Uma ação para o Ultimate Fighting Championship (UFC), por exemplo, transformou os painéis para divulgar confronto histórico entre os lutadores Vitor Belfort e Dan Henderson, realizado em outubro. Com a ajuda dos fãs, os golpes dados nos painéis eram convertidos em emojis e enviados para a timeline dos lutadores no Twitter”, conta o gerente.

A Otima informou que pretende apresentar o protótipo à Prefeitura de São Paulo, mas não divulgou data.