Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Sustentabilidade

22/01/2020

Todos os consumidores de energia elétrica de baixa tensão já podem aderir à tarifa branca para economizar na conta

Em São Paulo, o desconto para o consumo fora do horário de pico é na ordem de 15% a 22 %

Ajustar texto: A+A-

Todos os consumidores de energia elétrica de baixa tensão já podem aderir à tarifa branca para economizar na conta

A opção pela tarifa branca é feita diretamente com a distribuidora
(Arte: TUTU)

Consumidores de energia elétrica de baixa tensão já podem optar pela tarifa branca, uma alternativa que possibilita redução na conta de energia elétrica quando o maior período de consumo diário for concentrado fora do horário de pico.

Desde 1º de janeiro, essa modalidade está disponível aos consumidores de baixa tensão (grupo B) – residências, lojas, escritórios, pequenas oficinas e edifícios residenciais e comerciais. Essa categoria atualmente paga a tarifa convencional, um valor único cobrado pelo consumo (em R$/kWh), independentemente do dia e do horário de maior uso.

A redução no custo que o consumidor terá se aderir à tarifa branca varia em cada distribuidora. No Estado de São Paulo, o desconto para o consumo fora do horário de pico é na ordem de 15% a 22 %; e os acréscimos para as tarifas intermediárias e de ponta vão desde 5% a 24% e 63% a 95%, respectivamente.

Veja também:
Opção para economizar na conta de energia, tarifa branca chega a mais estabelecimentos comerciais
Tarifa branca pode ser opção para comércio “driblar” aumento da energia elétrica
Veja se compensa aderir à tarifa branca para reduzir a conta da sua empresa

Com exceção dos clientes da CPFL Paulista, no Estado de São Paulo, de segunda a sexta-feira, o consumo está fora do horário de pico durante 19 horas ao dia, com valor abaixo do convencional. As outras cinco horas têm valores maiores pelo consumo – três horas na tarifa de ponta e duas horas na intermediária, uma hora antes e uma hora após o horário de ponta. Sábados, domingos e feriados nacionais contam com a tarifa mais barata durante o dia todo. Os horários de pico, intermediários ou de redução da tarifa dependem da distribuidora. Confira abaixo:

 1234788

A CPFL Paulista tem apenas 18 horas de tarifa fora da ponta (com valores abaixo do convencional) e seis horas com valores maiores.

Adesão

A opção pela tarifa branca é feita diretamente com a distribuidora. Com base nisso, a troca do medidor deve ocorrer em até 30 dias da solicitação. O consumidor não arca com o custo do medidor e nem de sua instalação.

Para um estabelecimento comercial que fecha às 18h, a tarifa branca pode ser uma vantagem e reduzir os custos da conta de energia elétrica, mas a FecomercioSP recomenda que seja feita uma simulação antes de o empresário consolidar a opção.

O empreendedor também poderá retornar à tarifa convencional, caso se arrependa. Esse pedido deve ser atendido em até 30 dias após a solicitação. Uma nova adesão à tarifa branca só será possível após o prazo de 180 dias.

Acompanhe a FecomercioSP

Para saber mais sobre as atividades de advocacy da FecomercioSP ou conhecer as atividades dos conselhos da FecomercioSP, fale conosco pelo e-mail ri@fecomercio.com.br. Se você ainda não é associado, clique aqui e conheça as vantagens.