Sustentabilidade

05/08/2019

Inscrições para o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2019/2020 estão abertas até sexta (9)

Premiação reconhece iniciativas sustentáveis e de impacto socioeconômico em todos os setores do turismo

Inscrições para o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2019/2020 estão abertas até sexta (9)

Até o fim das inscrições, um webinário estará disponível para esclarecimento de dúvidas
(Arte: Tutu)

As inscrições para o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, realizado pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) com o apoio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), estão abertas e podem ser feitas até o próximo dia 9, às 17h59. Segundo a Braztoa, essa é a primeira premiação no mundo a receber a chancela da Organização Mundial do Turismo (OMT) e o principal reconhecimento em turismo sustentável no Brasil. O intuito é mapear boas práticas e mostrá-las para todo o mercado de turismo, como agências de viagens, hotelarias, entre outros.

De acordo com o presidente da Braztoa, Roberto Haro Nedelciu, a premiação tem como objetivoincentivar, reconhecer e dar visibilidade às iniciativas que se destacam como as melhores práticas de sustentabilidade em toda a cadeia do turismo nacional, contribuindo para a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

A primeira edição foi em 2012. Nesses anos, foram mais de 430 iniciativas inscritas e 79 premiadas, provenientes de todas as regiões do País. Para a edição deste ano, todo o processo de seleção foi redesenhado com base em apontamentos dos associados, premiados, jurados, da equipe técnica da consultoria ponteAponte – especializada em premiações socioambientais – e da equipe da Braztoa. 

Veja também:
Encontro na FecomercioSP apresenta agenda que pretende melhorar ambiente para os setores de turismo e e-commerce

Com isso,todo o processo seletivo foi simplificado, de modo que os candidatos precisam apenas investir mais tempo na seleção ao passar para as fases seguintes da premiação. O regulamento também foi remodelado para ficar mais claro, objetivo e transparente, pontua a organização. 

Não são apenas as grandes empresas que têm condições de concorrer. Segundo a presidente do Conselho de Turismo da FecomercioSP e jurada da premiação, Mariana Aldrigui, é possível aplicar essas práticas em pequena escala, o que facilita a participação de todo o setor. “Uma agência de viagens tem escolha no dia a dia de fornecedor, de insumos para o escritório, um dia de home office para os funcionários para reduzir a emissão de carbono, etc. Já são tantos exemplos colecionados que vale a pena a empresa olhar o que já está catalogado e verificar o que é adequado e possível a ela”, comenta.

Ela enfatiza ainda que algumas práticas são estritamente ambientais; outras são sociais, socioeconômicas e de inovação – como toda uma comunicação digital – ou então valorização da mão de obra de uma determinada região. “Para as pequenas empresas, se o projeto com a lógica sustentável for pensado desde o começo, ele é perfeitamente viável.”

Até o fim das inscrições, um webinário estará disponível para esclarecimento de dúvidas e ajuda na identificação das ações que possam ser cadastradas para concorrer ao prêmio.  

São as seguintes categorias: 

-Associados Braztoa
-Agências de viagem
-Meios de hospedagem
-Parceiros do turismo
-Mídia
-Academia – menção honrosa

A inclusão da categoria Mídia é outra novidade desta edição. Segundo a Braztoa, ela “reconhecerá iniciativas de profissionais de meios de comunicação que disseminem o tema da sustentabilidade no turismo, visando a ampliar a qualidade e a repercussão da cobertura em relação ao tema”. Essas iniciativas compreendem reportagens em jornais e revistas (impressas e online), conteúdos para veículos digitais, rádio, TV, podcasts, conteúdo produzido por influenciadores digitais, etc. – desde que tenham sido veiculadas publicamente entre 1º de julho de 2018 e o último dia de inscrições do prêmio. 

Os quatro critérios de premiação são os seguintes: 

-Abordagem sistêmica em sustentabilidade;
-Turismo sustentável: relevância para o negócio + desenvolvimento local;
-Inovação;
-Abrangência do impacto e replicabilidade/escalabilidade.

O sócio-diretor da GKS Inteligência Territorial, Cássio Garkalns, explica que a sustentabilidade é aplicável desde os procedimentos mais simples até os mais complexos. “Embora essas mudanças contribuam significativamente para a questão socioambiental, elas devem ser pensadas de forma a beneficiar financeiramente o negócio e valorizar o posicionamento, o capital e a reputação da organização, não podem ser entendidas apenas como uma fonte de despesas.” A GKS integra o Conselho de Turismo da FecomercioSP.

Uma empresa de comércio, por exemplo, pode focar em uso racional de energia com impacto financeiro positivo, como usar equipamentos mais econômicos, e adotar programas de sensibilização aos hóspedes e às pessoas que frequentam os restaurantes e pousadas para que usem de forma mais racional o ar-condicionado e as luzes das áreas comuns. Ele diz ainda que, em médio e longo prazos, esses custos se diluem. “Programas internos quanto ao reúso de água e uso inteligente pelos hóspedes, e até mesmo práticas de gerenciamento de resíduos – como parcerias locais com associações e catadores – são recomendáveis”, diz Garkalns. Essas iniciativas já foram inclusive premiadas em anos anteriores no Bratza.

Os finalistas da premiação serão anunciados durante a 47ª ABAV Expo e o 52º Encontro Comercial Braztoa, em setembro. Os vencedores serão apresentados durante a Convenção Braztoa 2019, marcada para novembro, em Canela/RS. 

Todos os vencedores receberão o selo “Vencedor do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2019/2020”, que conta com a chancela de organizações de renome no setor, como a OMT, a ONU Ambiente e o Ministério do Turismo. Além disso, o júri selecionará um dos vencedores para ganhar outros benefícios, como um vídeo institucional da iniciativa produzido pelo Ministério do Turismo, visibilidade no Mapa do Turismo Sustentável no Brasil e uma bolsa de estudos integral para um curso de pós-graduação (EAD) do Senac-SP. Para saber mais  sobre o prêmio e se inscrever, clique aqui.