Negócios

21/03/2017

Varejistas devem focar na visão global de seus negócios para prosperar

Ações incluem diagnóstico da empresa e planejamento para a expansão

Varejistas devem focar na visão global de seus negócios para prosperar

Uma dica é começar avaliando detalhadamente a situação atual da companhia, verificando os resultados alcançados no decorrer do ano que passou
(Arte TUTU)

Após dois anos consecutivos de queda acentuada do Produto Interno Bruto (PIB), indicador que mede o nível da atividade econômica no Brasil, a expectativa é de melhor resultado em 2017. Segundo o mais recente relatório do Banco Central, divulgado no último dia 6, para este ano a previsão é de alta de 0,49% no PIB.

A notícia é boa para os empresários que visam o crescimento de seus negócios. Porém, será necessário muito foco na gestão e organização dos recursos da empresa – financeiro, pessoal, departamental e estrutural – para alcançar esse objetivo.

Uma dica é começar avaliando detalhadamente a situação atual da companhia, verificando os resultados alcançados no decorrer do ano que passou. A análise deve incluir a estrutura operacional e os recursos que estão sendo aplicados.

Em seguida vem o planejamento, no qual precisam ser considerados fatores como finanças, nível de estoques, equipe de vendas ideal e as possibilidades de investimentos, com recursos próprios ou externos.

Cumpridas essas duas fases o empreendedor terá mais segurança para uma possível expansão. Se essa for mesmo uma alternativa viável para o momento, é interessante que o empresário busque novos mercados de atuação ou identifique necessidades dos consumidores que poderão ser atendidas com seus produtos e serviços.

E uma vez tendo investido na expansão do negócio, é fundamental acompanhar os resultados. Deve haver um monitoramento da execução do planejamento feito anteriormente, para identificar se os objetivos traçados estão sendo atingidos, periodicamente (mensal, trimestral ou semestralmente, por exemplo). As observações permitirão um diagnóstico, que, por sua vez, embasará a continuidade das ações da empresa.