Negócios

24/01/2019

Bom Retiro ganha novos ares com vitrines repaginadas e cafés gourmets

Mudanças na região central da capital paulista famosa pelo comércio popular de roupas podem aumentar o tempo de permanência dos clientes e incentivar compras

Bom Retiro ganha novos ares com vitrines repaginadas e cafés gourmets

Conforto criado por vitrines elegantes e espaços para cafés imprime uma experiência agradável na mente do consumidor
(Arte: TUTU)

Quem passa pela região do Bom Retiro, no centro de São Paulo, atualmente se depara com lojas sofisticadas e novos cafés e lanchonetes gourmets. O bairro conhecido como polo nacional de confecção atrai consumidores interessados em roupas com preços acessíveis, mas o local tem ganhado uma nova imagem com as vitrines repaginadas e a abertura de estabelecimentos modernos no entorno das ruas comerciais.

Para a assessoria econômica da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), esses tipos de investimentos feitos pelos lojistas e donos de novos comércios criam um ambiente capaz de reter o consumidor na região por mais tempo e incentivam até compras que não estavam previstas.

Veja também:
Investir em negócios vistos como tendência exige conhecimento do empresário
Mais de mil lojas no País: Revista “Comércio & Serviços” apresenta estratégia de expansão das Óticas Diniz
AlphaGraphics se reinventa na indústria gráfica

Entre os espaços está a Um Coffe Co., por exemplo. Inaugurada em 2016 por uma família sul-coreana, a cafeteria utilizou o terreno de uma das antigas tecelagens na Rua Júlio Conceição. Essa foi a primeira unidade da empresa, que hoje conta com pontos no Paraguai, e nos bairros paulistas do Itaim Bibi, na zona sul, em Pinheiros, na zona oeste.

Os atrativos vão da decoração elegante ao cardápio, que tem salgados, doces, bolos, sucos além da opção de brunch. Os cafés são feitos com grãos de vários produtores do Brasil e de uma fazenda própria da família, que também exporta o produto para a Coréia do Sul.

“Oferecemos um produto e serviço diferenciado de qualidade para a região, pois trabalhamos com o sistema de verticalização, ou seja, com a cadeia inteira do café. O objetivo é conseguir controlar todos os aspectos de qualidade e servir o melhor ao consumidor final”, explica um dos fundadores da Um Coffee Co., Garam Um.
Em grande parte da semana o público da cafeteria é composto pelos clientes e lojistas do Bom Retiro. Já às sextas e sábados, a cafeteria chega a receber 200 pessoas por dia, em que os consumidores procuram a Um Coffee Co. para saborear os itens do cardápio e encontrar amigos.

Na análise da FecomercioSP, mudanças como essa em uma região famosa pelo comércio popular são favoráveis para o empresário que abre o negócio e para as lojas do entorno, pois o consumidor associa a comodidade do café à oferta de produtos e serviços promovidos pelas lojas. Esse conforto fica fixado como uma experiência agradável na mente do consumidor por relacionar o ato de comprar com momentos de descontração e relaxamento. A Entidade vê a modernização das lojas como uma estratégia de marketing que também atua sobre os consumidores a nível mental com possibilidades de aumento no faturamento.

Como inovar e atender bem os clientes
A assessoria econômica da FecomercioSP aconselha os comerciantes que queiram fazer alterações nas fachadas das lojas ou abrir um novo comércio a seguirem protocolos básicos para ganhar o cliente. Os principais tópicos são:

- Conheça bem o seu público: saiba do que ele gosta, quais são os seus hábitos e prioridades. Somente satisfazer suas necessidades de compra já não basta. É preciso surpreendê-lo. É preciso que ele sinta que levou mais do que procurava.

- Atenção ao atendimento: o atendimento deve esclarecer sobre o produto numa conduta de venda pró ativa. Isso traz maiores informações ao consumidor e ele se sente valorizado.

Esses fatores, agregados, criam uma imagem para o consumidor que vai proporcionar uma ligação ao estabelecimento, à loja ou à marca, toda vez que ele desejar um produto, remetendo-o naturalmente a tais estabelecimentos.