Economia

29/09/2017

Brasília tem a quarta maior parcela de famílias endividadas entre todas as capitais brasileiras

Centro-Oeste vive cenário assimétrico: alta taxa de endividamento em Brasília e forte queda na proporção de famílias endividadas em Goiânia, que caiu de 63% em 2014 para 27% em 2016

Brasília tem a quarta maior parcela de famílias endividadas entre todas as capitais brasileiras

Região Centro-Oeste é a terceira mais representativa quanto às dívidas no País: concentra 16% do total
(Arte: TUTU)

Em dezembro de 2016, 78% das famílias de Brasília estavam endividadas, posicionando a cidade entre as cinco capitais com maior parcela de famílias nessa situação. Apesar de estar em patamar bem superior à média das capitais, que foi de 57%, Brasília mostra uma trajetória anual de redução na proporção de famílias endividadas: em 2014 eram 82%, passando para 79% em 2015 e, finalmente, 78% em 2016.

Vale ressaltar que a capital registra o segundo maior rendimento médio mensal por família do País, de R$ 7.312 – perdendo apenas para São Paulo, na Região Sudeste, cujo rendimento médio é de R$ 7.405, enquanto a média das capitais é de R$ 5.859.

Brasília também é a capital com maior valor médio mensal de dívida por família, totalizando R$ 2.598. A Região Centro-Oeste é a terceira mais representativa quanto às dívidas no País, concentrando 16% do total.

Os dados são da sétima edição da Radiografia do Crédito e do Endividamento das Famílias Brasileiras, elaborada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). O estudo avalia os principais aspectos e as dimensões da política de crédito no Brasil entre 2014 e 2016, período em que o País foi exposto a fortes instabilidades políticas e econômicas.

Veja também
Brasileiros freiam consumo e mais de 280 mil famílias liquidam dívidas
Belo Horizonte tem a menor proporção de famílias endividadas entre capitais brasileiras
Curitibanos lideram entre as capitais com maior parcela de famílias endividadas
83% das famílias de Boa Vista estão endividadas, a terceira maior parcela entre as capitais no País
Natal: 75% das famílias têm dívidas. É o 5º maior endividamento do País

Goiânia, capital de Goiás, surpreendeu ao apresentar intensa redução na parcela de famílias endividadas. De dezembro de 2014 ao mesmo mês de 2016, a taxa despencou de 63% para 27%.

A diminuição observada foi progressiva: 63% das famílias goianas tinham dívida no período inicial da pesquisa, caindo para 34%, em dezembro de 2015, até chegar a 27% um ano depois. A média das demais capitais brasileiras para os mesmos períodos foi de 59% de endividados no primeiro ano pesquisado, que passaram a 61% em 2015, seguidos de nova queda, no último mês de 2016, para 57% do total. Isso significa que o número de famílias endividadas passou de 9,149 milhões em 2014 para 8,869 milhões em dezembro de 2016.

Confira mais detalhes sobre o endividamento das famílias das capitais da Região Centro-Oeste no infográfico abaixo:

info__radiografiadoendividamento_regiaocentrooeste_v3