Economia

29/09/2017

Natal: 75% das famílias têm dívidas. É o quinto maior endividamento do País

Proporção de famílias endividadas superou a média nacional (57%) em sete das nove capitais da Região Nordeste em dezembro de 2016; Teresina e Salvador são exceções

Natal: 75% das famílias têm dívidas. É o quinto maior endividamento do País

Região Nordeste concentra 19% do montante de dívidas do País, atrás apenas da Região Sudeste, que lidera a categoria, com 43%
(Arte: TUTU)

Natal, capital do Rio Grande do Norte, registrou a maior taxa de endividamento entre as famílias da Região Nordeste e a quinta maior do Brasil, com 75% de lares com dívidas em dezembro de 2016. O valor é 18 pontos porcentuais maior que a média nacional, de 57%.

Entre as capitais do Nordeste, apenas Teresina (PI), com 53%, e Salvador (BA), com 51%, estão abaixo da média nacional. Maceió (AL), com 60%; Fortaleza (CE), com 63%; João Pessoa (PB), com 64%; Recife (PE), com 68%; Aracaju (SE), com 64%; São Luis (MA), com 72%; e Natal (RN), com 75%, estão acima da média.

Os dados são da sétima edição da Radiografia do Crédito e do Endividamento das Famílias Brasileiras, elaborada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). O estudo avalia os principais aspectos e as dimensões da política de crédito no Brasil entre 2014 e 2016, período em que o País foi exposto a fortes instabilidades políticas e econômicas.

Veja também
Brasileiros freiam consumo e mais de 280 mil famílias liquidam dívidas
Belo Horizonte tem a menor proporção de famílias endividadas entre capitais brasileiras
Curitibanos lideram entre as capitais com maior parcela de famílias endividadas
Brasília tem a quarta maior parcela de famílias endividadas entre todas as capitais brasileiras
83% das famílias de Boa Vista estão endividadas, a terceira maior parcela entre as capitais no País

Entre as capitais brasileiras, Fortaleza (CE) apresentou a segunda maior taxa de crescimento na proporção de famílias endividadas entre dezembro de 2015 e dezembro de 2016, com 17,1% de aumento. A capital cearense saltou de 54% das famílias endividadas para 63%, o que representa pouco mais de 70 mil lares.

Recife também se destaca no ranking nacional, sendo a segunda colocada entre as capitais com maior aumento do valor total das dívidas das famílias nesse período, com crescimento de 20,1%, seguida por Fortaleza, com 19,3% de crescimento.

A Região Nordeste concentra 19% do montante de dívidas, atrás apenas da Região Sudeste, que lidera a categoria, com 43%.

As famílias de Natal e Teresina ocupam a terceira e a quarta colocações, respectivamente, no ranking de taxa de comprometimento da renda com dívidas, ambas com 37,4%, enquanto a média nacional é de 30%.

Confira mais detalhes sobre o endividamento das famílias das capitais da Região Nordeste no infográfico abaixo:

info__radiografiadoendividamento_regiaonordeste_v3