Reforma Trabalhista

31/05/2017

Menos litígio e mais negociação nas relações de trabalho, por Hélio Zylberstajn

Professor de Economia da USP analisa os pontos mais polêmicos da atual proposta da reforma trabalhista: acordado sobre legislado, flexibilização de regras e regulamentação de novas modalidades de trabalho