Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Conselho de Sustentabilidade

31/07/2020

Clientes comerciais de baixa tensão da Enel podem parcelar dívidas em até 12 vezes

Medida atende a pedido do Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP e beneficia, principalmente, micros e pequenos negócios afetados pelo período de suspensão das atividades

Ajustar texto: A+A-

Clientes comerciais de baixa tensão da Enel podem parcelar dívidas em até 12 vezes

O cliente que também tenha pago por um consumo maior do que o real na conta terá o valor correspondente devolvido
(Arte: TUTU)

Os clientes comerciais de baixa tensão (subgrupo B3) da Enel Distribuidora São Paulo poderão parcelar as dívidas das contas de energia elétrica, além de obter o estorno nos casos em que um valor maior do que o devido for pago. A primeira medida, especificamente, atende a pedido feito pelo Conselho de Sustentabilidade da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e beneficia, principalmente, os micros e pequenos negócios afetados pelo prolongado período de suspensão total ou parcial de atividades.

As informações sobre as medidas foram confirmadas durante reunião do Conselho de Consumidores da Enel Distribuição São Paulo, realizada no dia 13 de julho com representantes das cinco classes de consumidores, na qual representantes da Entidade e do Conselho de Sustentabilidade estiveram presentes.

Confira mais sobre o assunto:
Saiba como reduzir o impacto do aumento das tarifas de energia elétrica nos negócios
Consumidor de alta tensão afetado pelo covid-19 terá de negociar contratos de demanda; ouça
Medida provisória que prorroga reajustes na tarifa de energia elétrica para 2021 precisa ser aprovada com urgência

Desde o início da pandemia, a FecomercioSP solicita ao Ministério de Minas e Energia (MME) e à Agência Nacional de Energia Elétrico (Aneel) a diminuição dos ônus sobre os empresários do comércio de bens e serviços e sobre os consumidores de eletricidade, com o objetivo de reduzir os prejuízos decorrentes das crises sanitária e econômica vividas pelo País.

Segundo a Enel, o pedido de parcelamento pode ser feito após a atualização do montande da dívida, e o cliente poderá parcelar o valor em até 12 vezes sem juros, diretamente na conta de energia elétrica ou no cartão de crédito.

Devolução do valor pago a maior

A Enel São Paulo reduziu o número de leituristas nas ruas para proteger os profissionais e os clientes, em razão do avanço da pandemia, e emitiu as contas pela média do consumo dos últimos 12 meses. Caso o cliente tenha pago por um consumo maior do que o real na conta, emitida pela média dos últimos meses, o crédito correspondente será devolvido. Esse crédito já será usado para o pagamento da fatura atual, que poderá vir com saldo a pagar ou a receber. 

Contatos

Os pedidos de parcelamento da dívida ou da manutenção do crédito para a fatura seguinte ou devolução em conta corrente podem ser feitos pelos seguintes contatos:

Call center: 0800-7272-120 WhatsApp: (11) 94053-9491

Saiba mais sobre o Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP

Conheça todos os pleitos da Federação aqui.