Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

29/07/2020

Adaptação da rotina do salão de beleza à nova realidade imposta pela pandemia é fundamental

Ambientes pequenos e necessidade de contato físico do profissional com o cliente são alguns dos problemas que merecem atenção especial nessa atividade; empresário não pode negligenciar nenhum deles

Ajustar texto: A+A-

Adaptação da rotina do salão de beleza à nova realidade imposta pela pandemia é fundamental

É totalmente possível colocar em prática tantas regras complexas para reabertura e administrar o salão na retomada das atividades; confira!
(Arte: TUTU)

A reabertura dos salões de beleza na capital do Estado está sendo guiada por rígidos protocolos com regras de funcionamento e de higiene, normas que precisam ser olhadas com cautela pelo empresário para que o ambiente do salão seja seguro aos clientes. Isso impõe um desafio imenso para qualquer empresário do setor conseguir manejar pessoas e recursos em espaços reduzidos, como geralmente são esses estabelecimentos na capital.

Essa nova realidade imposta pela pandemia aos salões de beleza e barbearias, que por alguns meses estiveram impossibilitados de atenderem, demanda uma estratégia de gestão que atraia novamente a clientela e que amarre diversas soluções que permitam a volta à normalidade. Isso não é fácil, e a chance de que pontas soltas comprometam todo o esforço do estabelecimento é considerável.

Esses problemas começam a aparecer já nas atividades elementares, como para manejar os horários de atendimento de modo que o local não fique lotado ou que vire uma área de espera ou de reencontro social. Estes agravantes comprometem o distanciamento social e podem trazer complicações jurídicas graves para a empresa.

Fique por dentro das exigências do setor:
Aumente a confiança do consumidor para ele frequentar o salão de beleza; ouça o podcast
Conheça as regras de saúde e higiene específicas a salões de beleza e barbearias para reabertura segura
Veja seis dicas para que os clientes se sintam seguros no seu salão de beleza

O empresário também precisa assegurar que ninguém ficará no salão sem a máscara, que as pessoas dentro do local estejam lavando as mãos constantemente, e que haja procedimentos higiênicos ainda mais robustos para o compartilhamento de produtos, utensílios e equipamentos como escovas, pentes, tesouras, secadores, alicates de unha, pinças, cadeiras, poltronas, etc. A circulação do ar fresco é outro fator indispensável.

Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a depender das características dos materiais, os vírus que ali se depositam podem permanecer por várias horas ou até mesmo dias. Em aço inoxidável e superfícies plásticas, por exemplo, o vírus permanece viável por três dias, e em papelões, por 24 horas.

Outros problemas mais complexos surgem na hora de gerenciar a rotina de trabalho dos funcionários, uma vez que o profissional de beleza [cabeleireiro(a), barbeiro, manicure, massagista, depilador(a), etc.] tem necessidade de contato físico com clientes para realizar seu trabalho. A empresa precisa fornecer máscaras, luvas e álcool em gel para quem estiver dentro do estabelecimento.

Também é importante lembrar que, mesmo com a reabertura dos salões, há colaboradores com filhos que dependem de creches e escolas – locais que permanecem fechados, o que vai gerar algum impacto na rotina desses funcionários.

Entender a dimensão do problema e a necessidade de se cumprir uma série de regras e passos para retomar as atividades de forma segura é fundamental para atrair e manter clientes e para zelar pela saúde e pelo bem-estar dos funcionários. Mesmo nesse período tão adverso, é totalmente possível colocar em prática tantas regras complexas, administrar o salão e avaliar com cautela a situação de cada funcionário.

Confira dicas práticas e orientações da FecomercioSP para lidar com essa circunstância e para que as boas práticas repercutam positivamente na imagem do seu estabelecimento. Cadastre-se aqui e baixe o e-book Guia para reabertura segura de salões de beleza e barbearias – com o protocolo completo para empresas do setor de beleza. Nele você encontrará todas as informações de que precisa.