Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

04/01/2021

Após restrições de fim de ano, comércio reabre as portas com as regras da fase amarela

Protocolos sanitários devem ser mantidos; entenda

Ajustar texto: A+A-

Após restrições de fim de ano, comércio reabre as portas com as regras da fase amarela

A próxima reclassificação do plano São Paulo está prevista para a próxima quinta-feira
(Arte: TUTU)

O Estado de São Paulo retorna nesta segunda-feira (4) para as regras habituais da fase amarela do Plano São Paulo. Com isso, o comércio volta a funcionar e mantém a adoção dos protocolos sanitários. Nessa fase, bares podem atender os clientes presencialmente até 20h e restaurantes até 22h.

A exceção é para a região de Presidente Prudente, que permanecerá na fase vermelha, a mais restritiva, na qual apenas as atividades essenciais como farmácias e mercados estão liberadas.

A volta para a fase amarela ocorre após o recuo temporário para a fase vermelha entre os dias 25 e 27 de dezembro e 1º e 3 de janeiro como forma de impedir a disseminação do covid-19 no Estado.

Saiba sobre outras mudanças no comércio
Uso de provadores de roupas volta a ser permitido em lojas na cidade de São Paulo
FecomercioSP consegue veto de projeto de lei que exigia cabine de desinfecção no comércio
Transitório ou permanente: a pandemia e o novo comportamento do consumidor

Fase amarela

Os  estabelecimentos comerciais poderão funcionar 12 horas por dia, conforme pedido da FecomercioSP, com a capacidade de ocupação dos locais limitada a 40%. Também é permitida a realização de eventos culturais e o funcionamento de salões de beleza, barbearias e academias, com ocupação limitada a 40% da capacidade, por 10 horas diárias. Bares e restaurantes poderão funcionar até 20h e 22h, respectivamente, com consumo no local, mas sem a presença de público em pé e com venda de bebidas alcoólicas somente até às 20 horas.

A próxima reclassificação do plano São Paulo está prevista para a próxima quinta-feira (7) e o governo já avisou que nenhuma das regiões do Estado voltará à fase verde ainda em janeiro.