Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

03/06/2020

Diretor comercial da Timbro Trading comenta efeitos do coronavírus no comércio internacional; ouça

Fernando Berzoini Smith fala do aumento do frete e das saídas encontradas pelos empresários para os negócios

Ajustar texto: A+A-

Diretor comercial da Timbro Trading comenta efeitos do coronavírus no comércio internacional; ouça

Entrevistado fala ainda das possíveis mudanças no mercado após a pandemia
(Arte: TUTU)

Os últimos três meses marcados pelos efeitos do covid-19 afetaram as demandas de importação e exportação do Brasil. Neste momento, as empresas precisam lidar com a elevada carga tributária, antiga conhecida dos empresários, além dos aumentos dos fretes internacionais, tanto marítimo quanto aéreo, e do preço do dólar.

O tema é assunto para o novo episódio da série Mercados & Perspectivas, no qual o diretor comercial da Timbro Trading, Fernando Berzoini Smith, aponta as saídas encontradas pelos empresários para os negócios diante desse cenário.

Saiba mais sobre o assunto:
Animação nos mercados internacionais reduz risco-Brasil
Cenário atual não propicia redução no câmbio até final do ano; ouça
Projeto da Receita Federal para revisar normas de comércio exterior é positivo

“Alguns clientes, com os produtos prestes a chegar no País, viram a demanda desacelerar. Para aguardar um momento mais propício, eles tiveram que segurar a mercadoria por mais tempo sem ter despesa de nacionalização [quando o produto estrangeiro é transformado em nacional para poder ser retirado e comercializado]. Muitos renegociaram com os exportadores na expectativa de baixa do preço do dólar, e aqueles que precisaram nacionalizar as mercadorias estenderam os prazos de pagamento para não espremer demais o caixa”, relata.

Na conversa, Smith fala ainda sobre o papel da China no comércio internacional, das apostas da empresa para os próximos meses e das mudanças que podem ser ampliadas após a pandemia. “Na importação de testes do covid-19, por exemplo, a Anvisa facilitou o processo. Então, acho que há possibilidade no cenário após o covid-19 de redução da burocracia nas importações, mas não acredito em mudanças tarifárias”, supõe.

Ouça o podcast:

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcast.