Negócios

29/10/2018

Lorena, Araçatuba e Franca encerram série especial da revista “C&S”

“Interior de São Paulo: gigante do comércio brasileiro” traça perfis de 18 cidades paulistas

Lorena, Araçatuba e Franca encerram série especial da revista “C&S”

Especial ressalta o vigor do comércio, do turismo e da formação profissional nas cidades do interior paulista
(Arte/Tutu)

Já está disponível para leitura a edição de novembro e dezembro da revista Comércio & Serviços, editada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Nesta edição, a C&S encerra a série “Interior de São Paulo: gigante do comércio brasileiro”, com os perfis das cidades de Lorena, Araçatuba e Franca.

Ao todo, 18 cidades do interior paulista foram compiladas. O material ressaltou o vigor do comércio, do turismo e da formação profissional, além de mostrar os gargalos a serem solucionados para a geração de mais crescimento econômico e desenvolvimento social.

Veja também
Presidente Prudente e Penápolis são destaques na revista “Comércio & Serviços”
São José dos Campos e Barretos são destaques na revista “Comércio & Serviços”
Fernandópolis e Ribeirão Preto são destaques da revista “C&S”

Vale destacar que o interior de São Paulo, sob a ótica do setor de comércio e serviços, responde por 33% de tudo o que se produz na economia nacional, segundo a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).

Além das reportagens publicadas na revista, um conteúdo multimídia sobre as cidades perfiladas pode ser acessado na página especial no Portal FecomercioSP.

Saiba um pouco sobre as três cidades que encerram a série
Lorena, localizada na região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, dispõe de uma economia diversificada e se privilegia por estar próxima a três principais centros urbanos do País (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte). A cidade tem um parque universitário com mais de 80 cursos e atrações turísticas baseadas em florestas preservadas e casarões antigos.

Araçatuba, embora conhecida como a “Capital do Boi Gordo”, em função de ser um importante centro produtivo de gado de corte, se destaca como polo tecnológico de empresas que desenvolvem softwares e hardwares, muitos dos quais para a indústria sucroalcooleira. O município é banhado pelo Rio Tietê. Contudo, diferentemente da capital e de outras cidades do interior, as águas do rio mais famoso do Estado de São Paulo que banham Araçatuba são limpas, o que, inclusive, favorece a prática de esportes aquáticos.

Franca, por sua vez, detém os títulos de Capital Nacional do Calçado e Capital do Basquete brasileiro. O primeiro diz respeito à indústria coureiro-calçadista, responsável por mais de 32 mil empregos diretos e indiretos e pela confecção de mais de 25 milhões de pares de calçados. O lado esportivo é um orgulho da cidade. O time é um dos mais tradicionais do País, tendo conquistado 62 títulos em menos de 60 anos de existência. Sem contar que as atividades ligadas ao basquete movimentam em torno de R$ 7 milhões por ano no município.

Confira a edição completa da revista n.º 59 aqui.