Legislação

10/05/2019

Matéria de capa da “C&S” debate necessidade de melhoria do ambiente de negócios no Brasil

Edição de número 62 também traz entrevista sobre o futuro do varejo com o CEO do Magazine Luiza, Frederico Trajano, e texto sobre a importância de reformar a Lei de Falências e Recuperação de Empresas

Matéria de capa da “C&S” debate necessidade de melhoria do ambiente de negócios no Brasil

Ranking elaborado pelo Banco Mundial mostra que o País ocupa atualmente a 109ª posição entre as 190 economias avaliadas no quesito “facilidade de fazer negócios”
(Arte: TUTU)

A revista C&S de número 62 traz como principal destaque sugestões de como melhorar o ambiente de negócios no Brasil. A matéria aponta que o excesso de burocracia e o modelo tributário corrosivo do País emperram o bom andamento dos negócios.

De acordo com o relatório “Doing Business 2019”, publicado pelo Banco Mundial, o País ocupa atualmente a 109ª posição entre as 190 economias avaliadas no quesito “facilidade de fazer negócios”. O levantamento aponta que estamos aquém de países como Chile (56ª posição), México (54ª posição) e China (46ª posição).

Veja também:
Com novo projeto gráfico, “Tome Nota” esclarece dúvidas sobre férias em sua 188ª edição
“No Balcão” destaca os benefícios de adotar as novas jornadas de trabalho

Essa realidade pode ser mudada com o esforço em conjunto de sociedade, governo e entidades representativas. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), por exemplo, desenvolveu uma série de propostas com o objetivo de implementar desburocratização, reformas consistentes e melhoria de processos.

Nesse mesmo contexto, a edição dos meses de maio e junho da C&S trata da importância de reformar a Lei de Falências e Recuperação de Empresas para esse recurso seja mais usado.

A apuração mostra que a Lei n.º 11.101/05 ainda é mal utilizada no Brasil. Das 341,6 mil empresas que deixaram de atuar entre 2013 e 2016, apenas 3.978 pediram recuperação judicial. Os números são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações.

Outro destaque da revista é a entrevista sobre o futuro do varejo com o CEO do Magazine Luiza, Frederico Trajano. O empresário fala das dificuldades de crescimento da rede e da urgência da redução da burocracia para a expansão do setor empresarial. Trajano também comenta que a evolução da plataforma digital é uma das questões mais importantes para o segmento.

Para acesso à edição especial da revista C&S, clique aqui.