Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

08/07/2020

Pandemia impacta no equilíbrio emocional dos empresários; ouça

Tânia Ferraz Alves, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (USP), fala sobre o aumento do estresse e da ansiedade no podcast FecomercioSP

Ajustar texto: A+A-

Pandemia impacta no equilíbrio emocional dos empresários; ouça

Período de pandemia aumenta estresse e ansiedade, somados ao medo de se infectar e transmitir o coronavírus a outras pessoas
(Arte: TUTU)

O isolamento social, neste período de pandemia de covid-19, há meses reflete no aumento do estresse e da ansiedade dos empresários. Esse desequilíbrio emocional prejudica as relações pessoais e a produtividade profissional, conforme aponta a vice-diretora do corpo clínico do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (USP), Tânia Ferraz Alves, em entrevista ao podcast da FecomercioSP.

“A ansiedade pode servir para motivar a pessoa no começo da pandemia, mas, com o passar do tempo, ela desmotiva à medida que aumentam a falta de perspectiva e os pensamentos negativos. São comuns as queixas de dificuldade de concentração e a queda de rendimento, por causa da preocupação excessiva com o futuro e com uma possível crise financeira”, avalia.

Fique por dentro dos reflexos e das ações adotadas por algumas empresas na pandemia:
Logística urbana não estava preparada para o avanço do e-commerce; ouça
Waze se recupera aos poucos após queda drástica em viagens
Telemedicina e venda de novos produtos impactam nas vendas da Ultrafarma

Tânia destaca que o aumento de estresse pode elevar os índices de depressão, de transtornos ansiosos e de estresse pós-traumático – o que deve ser constatado nos próximos meses. As causas têm raízes na dificuldade das pessoas de se desligarem do estresse, somado ao medo de se infectar e transmitir o coronavírus a outras pessoas.

“Muitas vezes, a desesperança é a percepção de que tudo ficou ‘parado’, e uma das coisas que precisamos pensar é no que pode ser mudado. O que eu posso fazer a respeito e quais são as soluções possíveis em termos criativos?”, diz.

Ouça o podcast:

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcasts.