Economia

25/09/2017

Rua do Gasômetro: centro comercial de madeira e ferragens sobrevive por tradição familiar

Gasômetro faz parte da história da iluminação na cidade de São Paulo

Rua do Gasômetro: centro comercial de madeira e ferragens sobrevive por tradição familiar

A produção faz parte do SP 463, site especial sobre os clusters comerciais de São Paulo, lançado pela Federação no aniversário da cidade, em homenagem aos comerciantes
(Arte/TUTU)

Até meados do século 19, a iluminação de São Paulo era feita por lampiões alimentados por azeite de peixe. Depois deste, outros métodos foram responsáveis por acender as luzes da cidade, como hidrogênio líquido, querosene e, finalmente, gás. Foi a partir da noite do dia 6 de janeiro de 1872, em um estabelecimento denominado “Gasômetro”, no bairro do Brás, que a cidade começou a ser iluminada com esse combustível. O local se tornou conhecido na cidade e dá nome à rua até hoje.

O comércio de madeira e ferragens passou a ser também um marco da Rua do Gasômetro, que é considerada uma das mais importantes no setor em todo o município. A região começou a concentrar lojas do ramo no começo do século 20, pois as toras de madeira que chegavam a São Paulo precisavam de espaço para ser armazenadas, o que fazia do bairro do Brás, com seus terrenos espaçosos, o local ideal para instalação das serrarias.

A loja mais antiga da Rua do Gasômetro foi inaugurada em 1938. Ao longo dos anos, muitos dos estabelecimentos foram passados de pai para filho, que se orgulham de ajudar consumidores com seu conhecimento sobre o material que vendem. Do outro lado do balcão, marceneiros e outros trabalhadores que têm ferragens e madeira como matéria-prima de sua produção são maioria entre os clientes do centro comercial. Todos coincidem no mesmo ponto: para esse tipo de material, os preços do Gasômetro são imbatíveis.

A Rua do Gasômetro e suas particularidades são tema de vídeo exclusivo elaborado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A produção faz parte do SP 463, site especial sobre os clusters comerciais de São Paulo, lançado pela Entidade no aniversário da cidade, em homenagem aos comerciantes – peças fundamentais na construção e no fortalecimento da economia paulistana.

SP 463

Além da Rua do Gasômetro, a plataforma SP 463 traz vídeos sobre a Galeria do Rock e seu público fiel; a tradicional Feira do Pacaembu, símbolo de uma das atividades mais emblemáticas da cidade; a Rua da Consolação, conhecida como a “rua dos lustres”; a Rua 25 de Março, maior centro de comércio popular da América Latina; e a Rua Teodoro Sampaio, referência em instrumentos musicais. O site conta com novidades todos os meses. Acompanhe!