Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

15/10/2020

Vale a pena antecipar a Black Friday na sua loja?

FecomercioSP explica o que levar em conta antes de optar pelo adiantamento da data

Ajustar texto: A+A-

Ouvir Texto:

00:00 00:10
Vale a pena antecipar a Black Friday na sua loja?

Se bem aplicadas, as promoções podem ter efeitos positivos na atração de clientes
(Arte: TUTU)

Ainda que as grandes empresas liderem o processo de antecipação da Black Friday para impulsionar as vendas, este movimento também pode ser adotado pelos pequenos negócios, tendo em vista a necessidade de geração de caixa. 

Alguns fatores precisam ser levados em conta na avaliação sobre conceder (ou não) grandes descontos antes de 27 de novembro (data oficial da Black Friday). A renda extra do consumidor e o tipo de produto que pode ter uma busca antecipada são alguns deles. Confira algumas dicas da FecomercioSP e entenda o que deve ser considerado na decisão: 

● Deixar restrita a liquidação apenas para novembro pode ser um risco, considerando a redução de renda dos consumidores. No entanto, tendo em vista que a Black Friday já é uma data consolidada no calendário do consumidor, também é importante avaliar uma estratégia de descontos específica para o evento. Neste momento, o seu negócio pode conceder descontos mais conservadores e, também, começar a instigar os clientes para as grandes promoções do fim de novembro. As redes sociais podem ser um bom termômetro da expectativa dos consumidores.

Saiba mais sobre o comportamento do consumidor e como chegar até ele:
Consumo das gerações: a construção do perfil do cliente
Empresas precisam entender o cliente para saber como ele vai se comportar após a pandemia
Aprenda a criar um perfil nas redes sociais e explore o mercado consumidor online

● A decisão deve levar em conta as finanças do negócio. Antecipar a Black Friday pode ajudar a vender uma mercadoria parada no estoque, propiciando a sua renovação. Liquidar mercadorias que tenham pouca saída pode ser uma boa opção para melhorar o fluxo de caixa da empresa. 

● Também é importante analisar as despesas da empresa para entender o limite de desconto que pode ser concedido para a data, sem prejudicar a saúde financeira do negócio.

● Importante lembrar que o suporte da renda extra do consumidor para as vendas de fim de ano deve ser menor do que em 2019. Já houve antecipação de parte dos rendimentos tradicionais, como do adicional de férias e de parte do décimo terceiro salário. Com a alta do desemprego, o número de pessoas que receberão estes benefícios no final do ano também cai. Por outro lado, apesar da redução na renda, os negócios ainda podem se beneficiar dos recursos do auxílio emergencial. 

● A Black Friday é tradicionalmente conhecida pelos descontos nas vendas de bens duráveis, em especial de eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Com a pandemia, parte considerável da demanda reprimida por este tipo de produto foi antecipada. Uma vez resolvida, a procura por esses produtos não volta no curto prazo. Tenha isso em vista, pois é fundamental que a empresa invista em estratégias de descontos para produtos de menor valor agregado, de forma a atrair o consumidor. 

● O desempenho do varejo continua a depender fortemente do emprego, da renda e da confiança do consumidor, e essas variáveis devem restringir o crescimento das vendas na Black Friday deste ano, inclusive no e-commerce. Ainda assim, como o comércio eletrônico ainda está se sobressaindo, o negócio não pode deixar de cogitar a possibilidade e a oportunidade de vendas online, seja por meio das plataformas de marketplaces ou das redes sociais. 

● As promoções podem ter efeitos positivos na atração dos clientes, sobretudo em um momento no qual a retomada da circulação das pessoas começa a acontecer. Conceder um desconto, agora, pode ser uma porta de entrada para novos clientes. Se eles lembrarem da sua marca e escolherem a sua loja na Black Friday, então a fidelização terá funcionado a favor do seu negócio.

Quer mais dicas de como fazer bons negócios e manter o consumidor satisfeito? Confira um e-book completo sobre boas estratégias para a Black Friday.