Economia

04/12/2017

FecomercioSP apresenta dicas para organizar o orçamento familiar no fim do ano

Apesar do décimo terceiro salário, consumidor tem de lidar com gastos sazonais, como festas comemorativas e compras na Black Friday

FecomercioSP apresenta dicas para organizar o orçamento familiar no fim do ano

Período que antecede as datas comemorativas deve ser usado para equilibrar as finanças pessoais
(Arte/Tutu)

O fim de ano é um período em que o consumidor costuma ver seus gastos aumentarem. Em um ano como 2017, marcado pela restrição financeira, muitas compras acabam postergadas por causa do orçamento apertado das famílias. Dessa maneira, a primeira parcela do décimo terceiro salário aparece como alternativa para pagar dívidas e preparar as festas comemorativas.

Veja também
Varejo paulista deve confirmar recuperação em 2017 com o melhor Natal desde 2013
FecomercioSP apresenta os erros mais comuns de gestão financeira
Confira dicas para equilibrar o fluxo de caixa

Dezembro também é um mês em que muitas famílias tiram férias, em função do recesso escolar, e pagam as compras realizadas na Black Friday – neste ano, o comércio eletrônico faturou R$ 2,1 bilhões na data, alta de 10,3% em comparação ao registrado no ano passado.

Apesar de a segunda parcela do décimo terceiro ainda vir a ser paga, os compromissos assumidos já pressionam as finanças do consumidor. Além disso, janeiro é um mês de muitos pagamentos, como impostos, IPVA, matrícula e materiais escolares. Com isso, é possível afirmar que a renda dos consumidores entra em um período crítico, no qual o menor erro pode causar um efeito devastador sobre o controle financeiro – sem contar que a economia do País passa por um momento de fragilidade, com a taxa de desemprego ainda em nível elevado.

O período que antecede as datas comemorativas e os gastos sazonais deve ser utilizado para equilibrar as finanças pessoais. Portanto, para passar por essa época com tranquilidade, o consumidor deve redobrar o controle de suas contas. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) sugere as seguintes dicas:

• Liste os gastos e determine o peso no orçamento de cada um deles;
• Verifique se a despesa pode ser adiada;
• Estabeleça prioridades dando preferência aos gastos inadiáveis e às contas cuja suspensão de pagamento possa gerar penalidades, ônus ou até mesmo a perda do bem;
• Planeje o Natal, definindo o quanto vai gastar e quais despesas podem ser postergadas sem prejuízo;
• Caso não consiga fazer o pagamento à vista, dê preferência a parcelamentos sem juros;
• Faça um planejamento do ano seguinte, identificando os gastos já adquiridos e reservando recursos para os que ainda estão por vir;
• Corte excessos e evite gastar mais do que ganha. Se for preciso contrair empréstimo, pesquise taxas e condições para optar pela modalidade mais vantajosa;
• Faça o acompanhamento de seu orçamento regularmente, mês a mês, com o auxílio de uma planilha de gastos;
• Planeje suas compras. Poupe parte de seu salário todos os meses para fazer compras à vista. Assim, evitam-se novas dívidas, que comprometem as finanças futuras