Negócios

07/12/2018

Arione Diniz se orgulha de ser proprietário da única marca de óticas 100% brasileira

Empresário resiste a assédio de investidores estrangeiros e, em seu projeto de expansão, dá chance para funcionários se tornarem franqueados

Arione Diniz se orgulha de ser proprietário da única marca de óticas 100% brasileira

Empresa tem mais de mil lojas espalhadas pelo País
(Arte: TUTU) 

Por Karina Fusco 

Desde que fundou sua primeira ótica no centro de São Luís, no Maranhão, em 1992, o empresário Arione Diniz trabalha focado em oferecer o melhor atendimento possível aos clientes e, assim, garantir a expansão da rede, inaugurada em 2008, antes de entrar para o sistema de franchising, com 252 unidades próprias e, atualmente, com 1,05 mil lojas espalhadas por todos os Estados do Brasil mais o Distrito Federal. 

A ascensão das Óticas Diniz vem despertando o interesse de investidores estrangeiros, mas Diniz revela que resiste bravamente ao assédio. “Há muitos anos sentimos na pele a pressão. Recebemos grandes propostas de vários grupos de investidores, mas não vendemos a Diniz, pois nosso projeto não está ligado à questão financeira”, enfatiza o empresário que se orgulha por ser o criador e proprietário da única marca de óticas cem por cento brasileira. 

Veja também: 
A aposta da Diniz na força das marcas próprias
Óticas Diniz querem ser a marca mais lembrada em todo o Brasil
Revista “Comércio & Serviços” apresenta estratégia de expansão das Óticas Diniz 

O empresário revela que existe uma filosofia no grupo que fala mais alto do que qualquer proposta financeira tentadora de venda da rede. “Nosso negócio não é ganhar dinheiro, mas realizar sonhos de muitas famílias. Temos mais de mil gerentes esperando a chance de ter suas unidades. Se eu entregar isso para um fundo, o trabalho será de outra maneira. Nossos valores são imutáveis, e não posso abrir mão deles”, afirma. 

Ele explica que desde que as Óticas Diniz passaram a atuar no modelo de franchising, os gerentes que se destacam no desempenho de seu trabalho têm a oportunidade de se tornarem franqueados, financiados por um fundo mantido pela empresa em um banco. Os beneficiados podem pagar a franquia em 36 meses. “Essa estratégia favorece um ritmo de crescimento anual que conta com a abertura de 80 a cem novas lojas por ano. É um modelo de valorização de talentos que eu considero único no varejo nacional”, enfatiza. 

Arione Diniz garante que novos passos do projeto de expansão serão dados nesse mesmo molde de atuação, que vem trazendo resultados promissores. Segundo ele, até no pior período da crise econômica do Brasil, entre as empresas de franquia, a Diniz teve um dos menores índices de mortalidade. “A Diniz não é apenas uma empresa de varejo, é um estilo de vida”, conclui. 

A entrevista completa está disponível a partir da página 8 da revista C&S n.º 59. Confira aqui.