Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

12/02/2020

Carnaval 2020 deve impulsionar economia com R$ 906 milhões

Folia no sambódromo e em blocos de rua pode aumentar em 5% as vendas no varejo em fevereiro

Ajustar texto: A+A-

Carnaval 2020 deve impulsionar economia com R$ 906 milhões

Parte do montante será gasto em ambulantes – que vendem desde bebida e comida até acessórios para os foliões
(Arte: TUTU) 

A economia da cidade de São Paulo deve se beneficiar de R$ 906 milhões gerados no Carnaval deste ano, pouco mais de 25% do total registrado em 2019. Em 2020, o evento será em fevereiro, e a folia ficará por conta dos tradicionais desfiles no Sambódromo do Anhembi e dos blocos de rua.

A estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) leva em conta que o montante será gasto nos setores de comércio e serviços, como bares, hospedagem, farmácias, fantasias e ambulantes – que vendem desde bebida e comida até acessórios para os foliões.

Veja também:
SP 466 anos: cidade atrai mais turistas aos fins de semana; empresário deve se preparar
São Paulo receberá “Olimpíada” para empresas e funcionários em 2020
Turismo fatura R$ 112 bilhões até setembro deste ano

No comércio varejista, a projeção da Entidade é de alta de 5% para as vendas em fevereiro. Segmentos que serão diretamente impactados pelo consumo nesses dias, como supermercados e vestuário, podem apresentar crescimentos de 2,5% e 6%, respectivamente.

Os valores revistos para serem gastos nos quatro dias de Carnaval, além dos fins de semana anterior e posterior ao feriado, tem como principal aliado a disposição dos foliões em investir em momentos de comemoração.

Blocos de rua
Parte do aumento no faturamento do Carnaval será reflexo da expansão da folia nas ruas da capital, os chamados “bloquinhos”. Neste ano, estão cadastrados na prefeitura 865 blocos de rua, 37% a mais em comparação ao ano passado.

Para a presidente do Conselho de Turismo da FecomercioSP, Mariana Aldrigui, “o número recorde de blocos deve levar a cidade ao topo da lista do maior Carnaval de rua do Brasil. É uma conquista importante para a cidade, pois está sendo consolidada como destino de Carnaval – cidade esta que sempre foi essencialmente ‘exportadora’ de turistas. E, com eles, vêm recursos para comércio e serviços, dando um ritmo mais forte à economia num período considerado mais fraco no município”.

Perfil dos turistas
No ano passado, de oito a cada 10 foliões eram da região metropolitana. Outra parcela do público costuma vir de cidades como Campinas, Santos e São José dos Campos. Essas pessoas também são contabilizadas como turistas que muitas vezes fazem o chamado “bate e volta” ou ficam hospedadas na casa de amigos e familiares por algumas noites. De fora do Estado, o porcentual é de 6%.

Faça parte
Se você tem interesse na melhoria do ambiente de negócios para que a sua empresa possa crescer, conheça melhor a FecomercioSP. Você pode se tornar um associado e ter acesso a conteúdos e serviços exclusivos, além de descontos em eventos e outros benefícios.